terça-feira, 23 de maio de 2017

OS AMIGOS INSEPARÁVEIS DA HOMILÉTICA I

Sala de Estudo



A ORATÓRIA
Oratória é a arte de falar em público de forma elegante, precisa, fluente e atrativa. O pregador ao apresentar ao público sua mensagem o faz com o objetivo de alcançá-los com as boas novas da salvação ou com o ensino das Escrituras, e isto deve ser feito de maneira que a mensagem seja agradável aos ouvintes. A Oratória visa “moldar” o pregador na maneira correta de fazer isso. Pela oratória o desenvolvimento da mensagem deve ser feito com pelo menos quatro importantes elementos. São eles:

ELEGÂNCIA” Segundo o Dicionário da Língua Portuguesa, Elegância indica graciosidade e gentileza no falar. Uma mensagem pregada de forma elegante e gentil, dificilmente cansará os ouvintes pois a gentileza nas palavras bem escolhidas os dará conforto e desejo de ouvirem a mensagem até o final. Pregar de forma elegante não significa fazer uso de termos difíceis. Alguns pregadores pecam por querer “impressionar” seus ouvintes e exageram no uso de termos nas línguas originais com jargões do tipo “etimologicamente falando...” ou coisa do gênero. Isso sim, cansa!

“PRECISÃO” Em se falando de pregação, podemos entender a precisão como exatidão e linguagem sóbria. Numa definição mas popular, podemos até dizer que precisão significa direção e certeza. E, em se tratando da Palavra de Deus, é o que se espera, pois o pregador que fala com precisão não fica mudando o rumo da sua mensagem e fazendo o público se perder e ficando perdido ele mesmo. Afinal, como bem disse um renomado escritor: Ninguém gosta de ouvir um pregador que pregue suas convicções com dúvidas, ou com com dúvidas suas convicções.

“FLUIDEZ” Fluidez tem tudo a ver com falar de forma fluente. Isto significa falar de forma natural, sem teor mecânico que mais parece à leitura de um texto longo e cansativo. A pregação deve ser desenrolada e de fácil entendimento para alcançar aqueles que ouvem. É aconselhável para isso, que se busque textos dos quais se tenha certo domínio de entendimento sobre eles para não correr o risco de ficar perdido nas próprias palavras.

“ATRATIVIDADE” A pregação da Palavra deve ser feita de forma atrativa. Deve ser o momento mais esperado do culto. Em uma pregação atrativa os ouvintes não torcem para o seu final, Pelo contrário, se houver os ingredientes de estímulo e atração, os ouvintes ficarão em silêncio para não perderem sequer um detalhe do que está sendo pregado.  

Este é o primeiro elemento do nosso estudo. Se o pregador reunir os quatro elementos que estudaremos, sua mensagem, terá caminhado metade do caminho em direção ao sucesso no púlpito. Os outros 50% ficam a cargo do Espírito Santo, e com o que ainda temos para aprender com a homilética.

A TRADIÇÃO QUE RECEBEMOS.

Mandamo s -vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo o irmão que anda desordenadamente, e não segu...