quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

E O MUNDO NÃO ACABOU


Mt 24.36 - Jesus continuou dizendo: Mas ninguém sabe nem o dia nem a hora em que tudo isso vai acontecer. Nem os anjos do céu, nem o Filho, mais umicamente o Pai.

Int. 21/12/2012. Seria apenas uma data como outra qualquer, um dia normal, uma sexta-feira como tantas os outras sextas-feiras, não fosse o fato de que, para este dia, por uma suposta profecia antiga, esperava-se, segundo alguns estudiosos, nada menos que o tão temido "fim do mundo". Porém esta não foi a primeira vez, nem mesmo será a última em que teremos que “engolir” pseudo profecias com ameaça concernente ao fim do mundo. Só nos últimos 25 anos, tivemos pelo menos três ou quatro grandes previsões:

  • A passagem do Cometa Halley. Em 1881 o astrônomo Camile Flamarion descobriu que as caudas dos cometas possuíam um gás mortal chamado "cianogênio". Desta forma, a passagem do Cometa Halley que aconteceria em 1910 virou verdadeiro motivo de pânico coletivo. Em 1988, aparece, outro “profeta”, Leland Jansem com a previsão de que este mesmo cometa seria puxado para a órbita da terra exatamente no dia 29/05/1988, causando a destruição do planeta e consequentemente o fim do mundo.
  • E por falar em cometa, em 1997, outro louco, Marshal Apllewhite, líder de uma seita denominada "Heaven's Gate", predisse que uma nave espacial viajava atrás de outro cometa, desta vez o cometa Hale-Boop. Segundo Marshal, a Nasa ocultava esta informação do grande público, e o suicídio seria a única forma de evacuar a terra para que as almas pudessem embarcar na nave e conhecer outro nível da existência humana. O líder e seus 38 seguidores, se mataram.
  • A Interpretação de um dos textos atribuídos a Nostradamus, dava conta de que o fim do mundo estava marcado para Junho de 1999. Assim “reza” a tal profecia. "O ano de 1999, sétimo mês, do céu virá um grande rei do terror"
  • O Bug de Milênio, na virada de 1999 para 2000. Esta virada seria o marco do juízo final, e a tecnologia teria relação com isso. Imaginavam que os computadores entrariam em colapso por não saber identificar a diferença entre as datas 1900 e 2000. Este erro de calculo levaria ao caos, e desencadeou teorias como apagões, e holocaustos nucleares.
Parece que existe uma certa fascinação pelo tema “fim do mundo”, pois basta uma curta olhada para a história, e vamos nos deparar com um verdadeiro celeiro de profecias apocalípticas que foram  vaticinadas por profetas das mais variadas religiões e crenças, e quase todas em referência a um suposto fim do mundo, e como era de se esperar, todos estes “profetas” falharam!

  • Em 365 O bispo de Poitiers anunciou que o mundo acabaria naquele ano.
  • Hipólito de Roma, Sexto Julio Africano e Santo Irineu de Lyon previram o fim do mundo para o ano 500.
  • São Gregório de Tours, calculou que o fim do mundo se daria entre os anos 799 a 806.
  • Depois de ter errado sua primeira previsão, Sexto Júlio Africano refez seus cálculos e cravou o fim do mundo para o ano 800. Errou de novo.
  • Jean Martins previu que o Apocalipse aconteceria no dia 05/04/1534, e que apenas a cidade de Münster na Alemanha, seria poupada.
  • Um astrólogo francês previu quatro possíveis datas para o fim do mundo: 1537, 1544, 1801 e 1814. Errou todas!
  • Martinho Lutero acreditava que o mundo acabaria no ano de 1600.
  • O fazendeiro e pastor protestante William Miller, depois de estudos, comprovou que a destruição do mundo estava prevista na Bíblia e que o mundo acabaria entre 21/03/1943 a 21/03/1944. Ele conseguiu vários seguidores. Errou, e refez as contas, remarcando para 22/10/1844. Como ele errou novamenter e o mundo não acabou e vários seguidores haviam se desfeito de seus bens, surgiu um movimento que ficou conhecido como o "Grande Desapontamento", e alguns de seus seguidores fundaram a Igreja Adventista do Sétimo Dia.
  • O Ministro Ronald Weinland, da Igreja de Deus, previu que centenas de milhões de pessoas morreriam em 2006, e começaria o pior momento da história humana. Previu ainda que no outono de 2008, os EUA deixaria de ser uma grande potência, e não existiria mais.
  • Harold Camping previu o fim do mundo e uma série de terremotos devastadores, a partir de 21/05/2011. Segundo ele, apenas 3% da população do mundo iria para o céu. Ao errar a data, ele fez nova previsão, desta vez para 21/10/2011, alegando que o que aconteceu em maio foi um "julgamento espiritual", preparando para o grande dia.
Mt 24.11 - E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. Algumas  destes muitos "profetas" escatológicos, também vaticinaram bastante a respeito do retorno de Cristo, e do seu reinado. por exemplo:

  • Um mistico italiano, Joaquim de Fiore, determinou que o reinado de Cristo na terra começaria entre os anos de 1200 e 1260. Depois do erro, seus seguidores revisaram a data para 1290 e depois para 1335. Nada aconteceu!
  • Um pintor de nome Sandro Botticelli acreditava que o reinado de Cristo sobre a terra começaria em até três ano e meio depois de 1500, aproximado a 1504.
  • O anabatista Melchior Hoffman previu que apenas 144 mil seriam salvos na Segunda Vinda de Cristo que começaria em 1533 em Estrasburgo, o restante da humanidade seria queimada pelo fogo.
  • O matemático Michael Stifel calculou que o juízo final começaria as 8 horas do dia 19/10/1533
  • O piramidologista Charles Piazzi Smyth concluiu depois do estudo das pirâmides de Gizé, que Cristo voltaria entre 1892 a 1911.
  • A Igreja Católica Apostólica fundada em 1831 previu que quando seus 12 fundadores estivessem mortos, Jesus voltaria. O ultimo morreu em 1901.
  • O fundador da Colizão Cristão, Pat Robertson, informou a seus seguidores que o juízo final aconteceria até o final de 1982.
Isto sem levarmos em consideração aqueles que não se contentam em serem visto unicamente como “profetas” e se proclamam o próprio Senhor Jesus, como no caso recente de José Luis de Jesus Miranda.
Mt 24.23 - Portanto, se alguém disser para vocês: “Vejam! O Messias está aqui” ou “O Messias está ali”, não acreditem. v. 26 -  E, se disserem: “Vejam! Ele está no deserto”, não vão lá. Ou ainda: “Vejam! Ele está escondido aqui”, não acreditem.

Ele se auto se intitulou o "Jesus Cristo Homem". Apregoou aos quatro ventos através de suas emissoras de rádio, internet e televisão (Telegrácias), que em 30/06/2012, aconteceria a transformação do corpo e que 2/3 da humanidade morreria, o Vaticano seria incendiado e somente os fiéis sobreviveriam. Não preciso dizer que "o dia chegou" e mais uma vez, como em todas as outras pseudo previsões, nada aconteceu! Mt 24.5 - Porque muitos vão aparecer fingindo ser Eu e dizendo: "Eu sou o Messias!" e enganarão muitas pessoas.

O primeiro e grande sinal da vinda do Senhor Jesus, seria o aparecimento de falsos cristos, homens carnais se auto intitulando "Deus". 1Jo 2.18 - Meus filhinhos, o fim já está perto. Vocês ouviram dizer que o inimigo de Cristo vem. Pois agora, muitos inimigos de Cristo já tem aparecido, e por isso sabemos que o fim está chegando.

São tantas as pseudo previsões e tantos são os “profetas” que nos faltaria tempo e espaço para citar todos eles. Mt 7.15. Cuidado com os falsos profetas! Eles chegam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos selvagens.

Mais o que será que leva tanta gente a dar acredito a profecias absurdas tais como a de que o mundo acabaria em Dezembro 2012? E se não acreditam nisso, porque razão algumas redes de televisão fizeram uso tão exagerado deste tema, a ponto de gastarem varias horas de suas programações, massificando o assunto? A resposta está numa suposta profecia atribuída a uma antiga civilização conhecida como "MAIAS" Segundo dizem, este povo teria se desenvolvido numa região que hoje é a América Central, antes da chegada dos espanhóis ao continente americano. Distantes de outras culturas, os maias teriam  desenvolvido uma forma própria de enxergar o mundo, especialmente no que diz respeito a forma deles contarem o tempo. Eles teriam desenvolvido um calendário que tinha como base a contagem do ano em 260 dias, divididos em 13 ciclos de 20 dias. Havia também, neste calendário ciclos maiores, e um destes ciclos teria cerca de 5.125 anos. Como um destes ciclos, era de uma data correspondente ao dia 11 de agosto de 3.114 A.C., a soma do fim deste ciclo estaria marcado exatamente para o dia 21 de Dezembro de 2012. De posse deste "conhecimento" em relação ao fim deste ciclo maia, começou-se a espalhar um boato de que o mundo chegaria ao fim exatamente nesta data, precisamente em 21/12/2012. De acordo com um site da NASA, estes boatos começaram suas previsões apocalípticas, graças a ligação da crença de uma suposta rota de colisão entre um planeta de nome Nibiru com o planeta terra, que na verdade estava prevista para 2003, mais, com o fim do calendário maia, a catastrofe passou a ser esperada para esta nova data.

Para entendermos um pouquinho melhor, vejamos o que diz o Wikipédia sobre o assunto: O fenômeno 2012 compreende um conjunto de crença escatológica segundo as quais eventos cataclísmicos transformadores acontecerão em 21 de Dezembro de 2012. Esta data é considerada como último dia de um ciclo de 5.125 anos do calendário de contagem longa mesoamericano. Vários alinhamentos astronômicos e formulas matemáticas tem sido colocadas como pertencentes a esta data, apesar de nenhuma delas ter sido aceita por estudiosos importantes.

Com relação a data, o site afirma existir pelo menos duas interpretações distintas:

  • A interpretação de que esta data marque o inicio de uma NOVA ERA diz que a terra e seus habitantes podem sofrer uma transformação espiritual, ou física positiva, e que 2012 seria o inicio de um novo tempo.

  • Outros sugerem que 2012 marcaria o fim do mundo ou uma catástrofe similar. Cenários sugeridos para o fim do mundo incluem a chegada do próximo ano solar máximo, ou a colisão da terra com um objeto como um buraco negro, um asteroide próximo ou um planeta chamado "Nibiru".  (Wikipédia, fenômenos 2012)
Na verdade todas estas interpretações proféticas encontraram uma terra fértil na imaginação, curiosidade e religiosidade do povo diante daquilo que consideravam desconhecido. Isto é muito comum, os discípulos indagaram a Jesus em relação a este mesmo tema, o fim do mundo. Mt 24.3 - Jesus estava sentado no Monte das Oliveiras. Então seus discípulos chegaram perto dele e lhe perguntaram em particular. Conte para nós quando é que isso vai acontecer. Que sinal haverá para mostrar que chegou o tempo de o Senhor voltar e tudo acabar?

Segundo o site Wikipédia, profissionais especializados na cultura maia, afirmam que as previsões de morte da raça humana, ou de fim do mundo, não são encontradas em nenhum dos clássicos desta civilização, e a ideia de que o calendário de contagem longa termina em 2012, deturpa a cultura e a história maia. Astrônomos e cientistas também rejeitaram as teorias e classificaram-na de "pseudociência", afirmando que elas são conflitantes com simples observações astronômicas. E nós a igreja, como temos nos posicionado com o aparecimento e divulgações de tantas profecias em relação ai fim do mundo como a de 2012? Ficamos aflitos, ficamos perturbados, ou simplesmente não damos nenhum crédito a elas?

I. A FORÇA DO ENGANO. Mt 24.4
"Tomem cuidado para que ninguém engane vocês".
Porque não devemos temer estas profecias apocalípticas que na maioria, são vaticinadas por pessoas que, as vezes, gozam de certo crédito no nosso meio? A resposta é: Conhecimento Básico da Bíblia. Não é preciso ser doutor em teologia, nem mesmo possuir grandes formações acadêmicas para saber que “isto não será assim” 1Ts 2..3 - Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim... O Senhor Jesus nos quer fazer entender que a primeira grande preocupação nossa, precisa ser no sentido de não permitirmos que de alguma forma venhamos ser contaminados pela força do engano. Mt 24.24 - Então muitos falsos profetas aparecerão e enganarão muita gente. A quem a Bíblia atribui esta força do engano? Ap 12.9 - E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele. A primeira referência que encontramos da palavra engano na Bíblia encontra-se em Gn 3.13, onde a mulher, confessa ter sido "enganada" pela serpente. Perguntou o Senhor Deus a mulher: Que isto que fizeste? Respondeu a mulher: A serpente me enganou, e comi. Daniel, em se livro, faz menção da maneira como o inimigo age no sentido de manter as pessoas presas em seu engano.  Dn 8.25 -  Pela sua sutileza, fará prosperar o engano na sua mão... O Apostolo Paulo justifica seu temor quanto a força desta ação diabólica, chamada "engano" capaz até mesmo de transtornar a igreja corrompendo sua simplicidade e demovendo-a de sua verdadeira fé. 1Co 11.3 - Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos entendimentos e se apartem da simplicidade e da pureza que há em Cristo, Pedro ao falar da vinda do Senhor Jesus, fala do cuidado que sempre devemos ter com certos "ensinadores" que ele chama de “ignorantes” e “fracos na fé” que torcem a verdade: 2Pe 3.17- Vós portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que pelo engano dos homens perversos, sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza. Jesus começa nos dá descrição detalhada de fatos de deveriam sinalizar, não o fim do mundo, mas a sua volta para buscar a igreja e conduzi-la para si.

2 Ts 2.1,2 - Agora irmãos, a respeito da vinda de Jesus Cristo, o nosso Senhor, e do nosso encontro com Ele, pedimos a vocês o seguinte: Não se perturbem facilmente, nem fique assustados se alguém afirmar que o dia do Senhor já chegou... O tempo ou dia deste acontecimento é um segredo que pertence somente a Deus. Ele não o revelou a ninguém, mais deixou alguns sinais que por sua complexidade, determinariam a proximidade deste dia, isto é, pela observação atenta destes acontecimentos, teríamos uma clara indicação se ele estaria longe ou perto. Mc 13.7 - E, quando ouvirdes de guerras e de rumores de guerras, não vos perturbeis; porque assim deve acontecer; mas ainda não será o fim.

Mt 24.36-39 - Jesus continuou, dizendo: –Mas ninguém sabe nem o dia nem a hora em que tudo isso vai acontecer, nem os anjos do céu, nem o Filho, mas somente o Pai. A vinda do Filho do Homem será como aquilo que aconteceu no tempo de Noé. Pois, antes do dilúvio, o povo comia e bebia, e os homens e as mulheres casavam, até o dia em que Noé entrou na barca. Porém não sabiam o que estava acontecendo, até que veio o dilúvio e levou todos. Assim também será a vinda do Filho do Homem.


terça-feira, 11 de dezembro de 2012

O TEMPO DE SER TESTEMUNHAS


At 1.8 - Porém, quando o Espírito Santo descer sobre vocês, vocês receberão poder, e vocês serão minhas testemunhas em Jerusalém, e em toda a Judéia e Samaria, e até nos lugares mais distantes da terra.

O termo "receber poder" é a certeza de que aquilo que fora estabelecido por Deus, em Sua Palavra, concernente o "derramamento" do Espírito Santo, finalmente aconteceu. Jl 2.28 - O Senhor diz a seu povo: "Depois disso, Eu derramarei o Meu Espírito sobre todas as pessoas. Os filhos e as filhas de vocês anunciarão a minha mensagem. Os velhos sonharão e os jovens terão visão.

A cena em Atos dos Apóstolos se desenrola no cenáculo, o local de reunião, a mesma sala onde se comia a ceia. Por algum tempo, podia-se perceber diariamente, a presença, em uma reunião de oração, de um  grupo de pessoas, aproximadamente  120 entre homens e mulheres, todos os dias, desde que o Senhor Jesus fora  assunto ao céu, eles se reuniam naquele lugar. Haviam separado o local para "esperar" seguindo as orientações do próprio Mestre, por um tempo que havia sido determinado por Deus, em que algo, de fato, extraordinário deveria acontecer. At 1.4 - Um dia quando estava com os apóstolos, Jesus deu esta ordem: Fiquem em Jerusalém e espere até que o Pai lhes dê o que prometeu, coforme Eu disse a vocês. Pois de fato, João batizou com água, mas daqui a poucos dias vocês serão batizados com o Espírito Santo.

O fato de terem perdido prematuramente a presença física do Salvador, pela crucificação, acarretou um abalo estrutural sem medida na vida daquelas pessoas. A comunidade daqueles que, junto com os apóstolos, seguiam a  Pessoa divina do Senhor Jesus, mesmo abalados pela perda, procuravam através da oração, manter-se  firmes num propósito de não permitirem que a chama da fé  se apagasse por completo.

Eles precisavam de um impulso, de uma força motriz que fosse maior do que  eles e fosse capaz de os impulsionar em direção aos objetivos finais que como  consequência dos últimos acontecimentos haviam de escrever a história do  Cristianismo. Sozinhos eles eram apenas como poeira em meio a um  acinzentado acúmulo de desilusões e derrotas. 

Por hora, eles deveriam esperar, e esperar, talvez fosse a única coisa que eles  conseguiriam fazer naquela altura dos acontecimentos. Todo o desenrolar da  história vai acontecer depois daquilo que haveria de suceder em cumprimento ao que se segue após a palavra "porém..."

I.QUANDO O ESPÍRITO SANTO DESCER SOBRE VOCÊS
A promessa concernente ao Espírito Santo havia sido renovada num discurso  feito pelo Senhor Jesus em Jo 14. Num momento em que os discípulos  mostravam-se inseguros diante  da expectativa desanimadora de um futuro incerto. Eles se viam nos últimos acontecimentos, segundo a  narração do Mestre, como órfãos que perdiam toda a referência patriarcal. Isto lhes causava uma agonia sem medida, por saberem que logo eles poderia estar sozinhos. O que levam Jesus a começar o seu discurso com a celebre frase: "não se turbe o vosso coração" Jo 14.16 - Eu pedirei ao Pai, e Ele vos dará outro auxiliador, o Espírito da Verdade, pra ficar com vocês para sempre.

Eles não ficariam sozinhos, a promessa dizia respeito a vinda do Consolador, o mesmo que o João o evangelista havia falado em uma outra ocasião, fazendo uma ligação entre Jesus e o Espírito Santo. Mt 3.11 - Eu os batizo com água para mostrar que vocês se arrependeram de seus pecados, mas aquele que virá após mim, vos batizará com o Espírito Santo e com fogo...

A ênfase do Mestre, não deixava nenhuma dúvida. Aquele momento era especial, e revestia-se de real importância, por causa daquele que havia de vir.  At 1.5 - Pois de fato, João batizou com água, mas daqui a poucos dias vocês serão batizados com o Espírito Santo...

Ele estava falando do Espírito Santo, a terceira Pessoa da Trindade, Aquele que foi revelado ao longo das páginas das Sagradas Escrituras, e de quem os escritores bíblicos não se cansaram de falar. Logo no início, na criação é dito sobre Ele que, segundo o texto, pairava por sobre as águas  Gn 1.2 - A terra era um vazio, sem nenhum ser vivente, e estava coberta por um mar profundo. A escuridão cobria o mar, e o Espírito de Deus se movia por cima da água.

Ele pode ser visto  ainda atuando, mesmo que de forma esporádica e reservada, em certos homens na realização de obra especiais como em Bezalel a quem é concedida “inteligência, competência e habilidade”  Ex 31.2,3 - Eu escolhi Bezalel... e o enchi com o meu Espírito. Eu lhe dei inteligência, competência e habilidade para fazer todo tipo de trabalho artístico;

Gideão e Jefte por sua vez recebem um condicionamento especial que os fez determinados a lutar com ousadia uma guerra da qual eles não se viam capazes de vencer. E venceram!
Jz 6.34 - E o Espírito do SENHOR dominou Gideão...
Jz 11.29 - Então o Espírito do SENHOR dominou Jefté...

No Antigo Testamento Ele fora prometido,  no Novo, Ele manifesta-se em muitas ocasiões especiais como por exemplo, no batismo de Jesus. Mt 3.16 - Logo que foi batizado, Jesus saiu da água. O céu se abriu, e Jesus viu o Espírito de Deus descer como uma pomba e pousar sobre ele.

No quarto Evangelho, o ensino de Jesus quanto à obra do Espírito Santo toma maior envergadura, e se torna mais precisa em sua afirmativa com respeito a natureza divina do Espírito Santo: “Deus é Espírito” e a não ser que o homem experimente um novo nascimento “da água e do Espírito”, este homem não pode de forma alguma, entrar no reino de Deus. Jo 3.5 - Jesus disse: – Eu afirmo ao senhor que isto é verdade: ninguém pode entrar no Reino de Deus se não nascer da água e do Espírito

Jesus falou do “Espírito” que haviam de receber todos os que nele cressem, o Espírito da verdade, por quem a verdade se expressa e é trazida ao homem. Ele havia de ser dado aos crentes pelo Pai, ficaria habitando neles e por sua atuação,  nos crentes e na igreja, glorificaria o Filho. Jo 16.13,14 - Porem quando o Espírito da Verdade vier, ele ensinará toda verdade a vocês. O Espírito não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que ouviu e anunciará a vocês as coisas que estão para acontecer. Ele vai facar sabendo o que tenho para dizer, e dirá a vocês, assim Ele trará glória para mim.

II. VOCÊS RECEBERÃO PODER.
A promessa havia se cumprido. O dia de Pentecoste trouxe com sigo o maior acontecimento no que diz respeito ao relacionamento entre Deus e o homem e entre o homem e sua relação com a Igreja. At 1.1-4 - Quando chegou o dia de Pentecostes, todos os seguidores de Jesus estavam reunidos no mesmo lugar. Derrepente veio do céu um barulho que parecia o de um vento soprando muito forte, e este barulho encheu toda a casa onde estavam sentados. E tão todos viram umas coisas parecidas como chamas, que se espalharam como línguas de fogo, e cada pessoa foi tocada por uma dessas línguas. Todos ficaram cheios do Espírito Santo, e começaram falar em outras linguas, de acordo com o poder que o Espírito Santo dava a cada pessoa.

Poder (do latim potere) é, literalmente, o direito de deliberar, agir e mandar ( daí entendemos o ditado: manda quem pode, obedece quem tem juízo)Poder também, dependendo do contexto, é a faculdade de exercer a autoridade, a soberania, ou o império de dada circunstância ou a posse do domínio, da influência ou da força.

Para a sociologia poder, geralmente, é visto como a habilidade de impor a sua vontade sobre os outros, mesmo se estes resistirem de alguma maneira. Existem, dentro do contexto sociológico, diversos tipos de poder:
O poder social (de Estado)
O poder econômico (poder Empresarial)
O poder militar (poder político);  entre outros.

No contexto bíblico, o poder que o Espírito Santo concede ao crente, deve ser entendido como uma capacitação especial de autoridade e de força que visa o condicionamento do crente para o desenvolvimento da obra de Deus a ser realizada na Igreja. É este condicionamento que nos faz capazes de agir com plena confiança de que Deus está no controle das circunstâncias. Rm 15.13 - Que Deus que nos dá essa esperança, encha vocês de alegria e de paz, por meio da fé que vocês tem nele, a fim de que a esperança de vocês aumente pelo poder do Espírito Santo.

Essa capacitação, não deve ser entendida como dotação sobrenatural no sentido de fazer de nós pessoas com super poderes tais que fujam da realidade da Igreja. Não teremos capacidade de voar, nem adivinhar o futuro muito menos levantaremos pesos descomunais com as pontas dos dedos. Não nos tornaremos supercrentes, nem seremos melhores por causa disso! Ef 3.16 - Peço a Deus que, da riqueza da sua glória, Ele, por meio do seu Espírito, dê a vocês poder, para que sejam espiritualmente fortes.

Não se trata de poder para "vencer no mundo", mas poder para "vencer o mundo". Venceremos no mundo sendo pessoas boas, fiéis, agradáveis, prestativas, honestas. Mais só venceremos o mundo no Poder do Espírito Santo. 1Co 4.20 -  Pois o Reino de Deus não é coisa de palavras, mas de poder

III. VOCÊS SERÃO MINHAS TESTEMUNHAS
Por que precisamos de poder? Vivemos num mundo que, segundo as Palavras do próprio Senhor Jesus, nós não pertencemos mais a ele! Além de mais, tudo aquilo que nos foi prometido pela Bíblia, está assegurado, isto é fato. 2Tm 1.12 - É por isso que sofro estas coisas. Mais eu ai da tenho muita confiança, pois sei em quem eu tenho crido, e estou certo que Ele é poderoso para guardar até aquele dia, aquilo que Ele me confiou.

A resposta a pergunta: Porque precisamos de poder deve ser respondida sobre a ótica de At 4.33: Com grande poder os apóstolos davam testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e Deus derramava muitas bençãos sobre eles.

O que é dar testemunho?.
Jo 1.32 - Eu vi o Espírito descer do céu como uma pomba e parar sobre Ele... Eu vi isso e por esse motivo tenho declarado: Este é o Filho de Deus.
O que sabemos que a palavra Testemunho, é um substantivo. Algumas pessoas afirmam não saberem a origem da palavra, outros, no entanto, dizem que ela é onomatopaica, isto é, uma figura de linguagem na qual  é reproduzido um som com um fonema ou palavra.. Até aqui, nada foi acrescentado!

O que podemos afirmar é que a palavra “testemunho” vem do Latim TESTIMONIUM, e que tem a ver com o "Depoimento de testemunha em juízo".
Num sentido mais figurado, a palavra testemunho pode até significar: coisas como: Fé; prova; sinal; indício; vestígio. Jo 15.26 - Quando chegar o Auxiliador, o Espírito da Verdade que vem do Pai, Ele falará a respeito de mim. E sou Eu quem enviará este Auxiliador da parte do Pai

Testemunhar, numa observação final, é uma conjugação cujo sentido é o de dar testemunho, confirmar, atestar, afirmar; declarar ter visto, ouvido ou conhecido.  Ap 1.2 - João contou tudo o que viu, e aqui está o que ele contou a respeito da mensagem de Deus e da verdade revelada por Jesus Cristo.

Se testemunhar tem um sentido figurado que pode ser entendido por manifestar, revelar, isto quer dizer que recebemos pelo Espírito Santo poder para manifestar a Palavra de Deus, e revelar a verdade na Pessoa do Senhor Jesus Cristo Gl 2.20 - Assim já não sou eu quem vive, mais Cristo é quem vive em mim. E esta vida que vivo agora, eu a vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e que deu a si mesmo por mim

Se Testemunhar significa dar provas ou aparências, isto quer dizer que nós fomos colocados por Deus como pessoas que através da mudança de vida,  do novo comportamento, das transformações pelas quais passamos, quando recebemos o Senhor Jesus, tudo se soma no sentido de fazer com que o nome de Cristo seja reconhecido.

Nos vimos, nós presenciamos, nos verificamos por nós mesmo que servir ao Senhor é a melhor escolha que o ser humano, seja homem ou mulher, jovem ou adulto pode e deve fazer na sua vida

Depois de feita a escolha, e ter finalmente recebido o Espírito Santo, seja pela conversão ou seja pelo batismo, o nosso maior contentamento será servir-lhe como testemunha.

At 20.24 - Mas eu não dou valor a minha própria vida. O importante é que eu complete a minha missão e termine o trabalho que o Senhor Jesus me deu para fazer. E a missão é esta: Anunciar a boa noticia da graça de Deus.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

O DEUS MAGESTOSO

Dt 33.26 Não há outro, ó Jesurum, semelhante a Deus, que cavalga sobre o céu para tua ajuda, e na sua majestade sobre as mais altas nuvens

Int. A palavra "majestade" vem do latim e significa Grandeza suprema, esplendor glorioso. Quando atribuimos majestade a alguém, estamos reconhecendo a sua grandeza e expressando nosso respeito a esta pessoa. Daí o tratamento de "sua majestade" a reis e rainhas. Na Bíblia a palavra majestade é usada para expressar a idéia da grandeza de Deus, nosso Criador e Senhor.
Sl 93.1 O Senhor Reina! Vestiu-se de majestade...
No entanto, podemos notar que toda forma de expressão é ineficaz no sentido de descrever a grandiosidade majestosa de Deus. Sl 145.5 Falarei da magnificiência gloriosa da tua magestade e das tuas obras maravilhosas. Por mais que nos esforcemos, não encontramos palavras, todo nosso esforço é vão, pois a grandeza de Deus é imensurável, inatingível, indescritível. Sl 104.1 Bendize, ó minha alma, ao Senhor! Senhor Deus meu, Tú és magnificentíssimo, estás vestido de honra e majestade.
Majestade é também um título de Deus, que da forma mais simplificada demonstra todo o seu poder supremo. Hb 8.1 Ora, do que estamos dizendo, o ponto principal é este: Temos um Sumo Sacerdote tal, que se assentou, nos céus, a direita do trono da Majestade.
Em resumo, Deus é majestoso em toda a plenitude da Sua Glória, porém destacamos pelo menos três razões pelas quais devemos nos prostrar ante a Sua grandeza majestosa.

 
I. DEUS É MAJESTOSO NAQUILO QUE ELE É, ELE É DEUS.
1Cr 29.11 Tú és o Senhor, a grandeza, e o poder, e a glória, e a vitória, e a majestade, porque teu é tudo o que há no céu e na terra; teu é, ó Senhor o reino, e Tú te exaltastes como chefe sobre todos.

Deus é o nome mais geral da divindade. Se vem ao caso tentar definir Deus, podemos dizer que Ele é o Ser Supremo, único, infinito, criador e sustentador do universo. Deus é espírito pessoal e subsiste em três pessoas distintas: Pai, Filho e Espírito Santo. Ele é Santo, Ele é Justo, Ele é perdoador de todos aqueles que se arrependem.

Nas escrituras hebraicas, Deus se apresenta como ELOHIN, expressando grande dignidade, podendo traduzir-se como "Elevadíssimo" ou  "O Elevado por Excelência".

Os ateus teimam em dizer: "Deus não existe". Os gnósticos  não se cansam de afirmar: "não temos como saber se Deus existe". Os crentes no entanto, sabem que Deus existe e com alegria afirmam: "Nele vivemos, nos movemos e existimos" At 17.28

 Além de ELOHIN, aparece também a palavra "EL" que no hebraico significa originalmente: Acima, elevado, geralmente sendo associado a atributos da divindade como:
  • El ELYON, o mais Elevado. Dn 4.2, O majestoso e elevado Senhor cujo reino se estende de geração em geração
  • EL SHADAY, O Elevado Todo Poderoso, Gn 17.1 Quando Abraão tinha 99 anos, apareceu-lhe o Senhor e lhe disse: Eu sou o Deus Todo Poderoso, anda em minha presença e sê perfeito.
  • EL HAI, O Elevado vivo,
  • EL RO'I, O Elevado que vê, Sl 23.1, O Senhor é o meu Pastor...
  • EL ELOHE ISRAEL, O Elevado de Israel.
  • EL GIBBOR, O Elevado forte.
Ele se apresenta nas Escrituras como:
  • AVINU MALKENU, O Pai nosso que está nos céus
  • MELECH HA MELACHIM, O Rei dos Reis
Em Ex 3.14, Deus se apresenta para Moisés como Yhaweh, o Deus que se revela. O Grande e Majestoso "EU SOU" O Deus que é verdadeiramente Deus e que se identifica pelo que Ele é: O Grande EU SOU O QUE SOU. Respondeu Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. E disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós

1. ELE É DEUS MAGESTOSO NAQUILO QUE ELE É PARA O NÓS O EU POVO:

a. ELE É O NOSSO SENHOR E DONO. Pv 9.10,11 Adonai, nosso Senhor e Dono. O Deus que multiplica os nossos dias e acescenta os nossos anos. O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; o conhecimento do Santo, é o entendimento. Porque por mim se multiplicam os teus dias, e anos de vida se te acrescentarão.
 
b, ELE É O NOSSO PROVEDOR. Gn 22.8-14. Jeová Jiré, o Deus provedor. O majestoso Deus que não nos deixa em falta alguma, e providenciou Cordeiro em nossa substituição. Respondeu Abraão: Deus proverá para si o cordeiro para o holocausto, meu filho. E os dois iam caminhando juntos. V.8

c. ELE É O NOSSO SANTIFICADOR. Lv 20.7,8. Jeová M'kadesh, o Senhor Santo e santificador.  O magestoso e Santo Deus que nos santifica, se guardamos Seus mandamentos. Portanto santificai-vos, e sede santos, porque Eu o Sou o Senhor vosso Deus. Guardai os meus estatutos e cumpri-os. Eu sou o Senhor que vos santifico.

d. ELE É A NOSSA JUSTIÇA. Jr 23.5,6, Jeová Tsdeknu, o Senhor justiça nossa. E o Senhor Deus diz ainda: Esta chegando o tempo em que farei com que de Davi venha um descendente que seja um Rei justo. Este Rei governarácom sabedoria e fará o que é certo e honesto no país inteiro. Quando isto acontecer o povo de judá ficará seguro, e o povo de Israel viverá em paz. Esse Rei será chamado de SENHOR JUSTIÇA NOSSA.

2. ELE É DEUS MAGESTOSO NAQUILO QUE ELE FAZ  PELO SEU POVO

a. ELE VENCE AS NOSSAS BATALHAS. Ex 17.15. Jeová Nissi, o Senhor, nossa bandeira. O majestoso em todas as batalhas que nos faz vencedor em todas as nossas guerras. Pelo que Moisés edificou um altar ao qual chamou Jeová Nissi.

 b. ELE CURA NOSSAS ENFERMIDADES. Ex 15.26. Jeová Rafá, o Deus que sara. O majestoso Senhor que nos cura de todas as nossas dores. Se ouvires atentamente a voz do Senhor teu Deus, e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os ouvidos a seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, sobre ti não enviarei nenhuma das enfermidades que enviei sobre os egípcios, porque Eu Sou o Senhor que te sara.

c. ELE NOS CONCEDE A PAZ. Jz 6.23,24. Jeová Shalon, o Senhor é a nossa paz. O grande e majestoso Deus em quem nós. Porém o Senhor lhe disse: Paz seja contigo, não temas, não morrerás. Então Gideão edificou um altar ao Senhor, e lhe chamou: Jeová Shalon...

d. ELE NOS SALVA DE TODAS AS NOSSAS ANGÚSTIAS. Is 63.9 Jeová Shamá, o Senhor está presente aqui. De todos os seus sofrumentos, quem os salvou foi Ele mesmo e não um anjo ou qualquer outro mensageiro. Por causa do seu amoe e de sua compaixão, Ele vos salvou. E todos os dias, ano após ano, Ele os pegava no colo.

3. ELE É DEUS MAGESTOSO EM TUDO AQUILO QUE SE RELAÇIONA AO SEU POVO

a. ELE É O SENHOR DOS EXÉRCITOS. Sl 46.7, Jeová Tsebaô. O majestoso Socorro em quem nós encontramos refúgio.

b. ELE É O SENHOR QUE  CORRIGE. Ez 7.9, Jeová Makke, O majestoso Deus que castiga e pune aqueles cuja abominação  estão no meio de nós

c. ELE É O SENHOR DAS RECOMPENSAS. Rt 2.2, Jeová Gmolá, O majestoso remidor em quem consrguimos achar graça

d. ELE É O SENHOR NOSSO DEUS. Dt 6.4, Jeová Eloenu, O único e majestoso Senhor a quem amamos de todo o coração.

 Diante do exposto até aqui, temos que nos render a Ef 3.14, 15 Por esta razão, dobro os meus joelhos perante o Pai, do qual toda família no céu e na terra toma o nome
  • Sl 16.2, Jeová Eloai, o Senhor meu Deus. O majestoso Senhor de quem confessamos não termos outro bem
  • Gn 33.20, El Eloah, O Deus pessoal. O majestoso em quem armamos nossa tenda e fazemos morada
  • Is 7.14, Emanuel, o Deus conosco. Aquele que nunca nos deixa sozinhos
  • At 4.22, Ele é Jesus, o nome que é sobre todos os nomes, e cujo qual, todos os joelhos se dobrarão um dia
Sua presença é majestosa. 1Cr 16.27 Louvor e majestade há diante dEle, força e alegria no seu lugar

Sua voz é majestosa. Sl 29.4  A voz do Senhor é poderosa, a voz do Senhor é cheia de majestade

Tudo nele é majestoso. Jó 37.22 O esplendor do ouro vem do norte, pois em Deus há uma tremenda majestade

 Hb 1.3 Sendo Ele o resplendor da Sua glória e a expressa imagem do seu Ser, sustentando todas as coisas pela Palavra do Seu poder, havendo Ele mesmo feito a purificação dos pecados, assentou-se a direita da majestade nas alturas.

II. DEUS É MAJESTOSO EM TUDO AQUILO QUE ELE FEZ (ELE CRIOU OS CÉUS E A TERRA)

Is 40.26 Levantai ao alto os olhos e vede. Quem criou todas estas coisas? Aquele que faz sair o seu exército de estrelas, todas bem contadas, as quais Ele chama pelo nome, por ser Ele grande em força, e forte em poder, nem uma só vem a faltar

Em Gn 1.1, Deus é apresentado pelo escritor bíblico como Eloim, o Soberano Criador. Aquele que no princípio, pelo poder da Sua Palavra, trouxe o todas as coisas a existência. Como o supremo e majestoso criador de todo o universo, todas as coisa foram idealizadas por Ele de forma a funcionar de maneira perfeita e organizada. Porque nele foram criada todas as coisa nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado po Ele e para Ele. Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas. Cl 1.16,17

Brennan Marning, em seu livro "Cristianismo Maltrapilho" consegue descrever de forma incrível, a majestade de Deus na criação e manutenção do universo. Sl 111.3 A sua obra tem glória e majestade, e a sua justiça permanece para sempre

Primeiro ele cita Sir James Jeans, um famoso astrônomo britânico, que em relação as obras grandiosas e perfeitas de Deus, disse certa vez: "O universo parece ter sido desenhado por um Matemático puro" Em seguida Brennam nos passa alguns dados científicos, que bem nos faz recordar as palavras do Salmista no Sl 145.5 Falarei da magnificiência gloriosa da tua majestade e das tuas obras maravilhosas

Contemplando a ordem da terra, do sistema solar e do universo estelar, cientistas e estudiosos concluiram que o Grande Projetista, o Deus majestoso, não deixou nada por acaso. Somente Deus Poderoso e Criador de todas as coisas, poderia indagar a Jó, com tanta propriedade como fez, Onde você estava quando eu criei o mundo? Se você é inteligente, explique isto.  (Jó 38.4 NTLH)

 Ele começa observando a inclinação da terra, de 23 graus. Esta inclinação é a responsável pela existência das quatro estações do ano: inverno, verão, outono e primavera. Segundo os cientistas, se a terra não tivesse esta exata inclinação, os vapores dos oceanos mover-se-iam para o norte e para o sul, cobrindo os continentes de gelo. Quem é a mãe do gelo ou da geada, quem faz com que as águas virem pedra e que o mar fique coberto por uma camada de gelo? (Jó 38.29,30 NTLH)

Se a lua estivesse a 80 mil km da terra, em vez dos 320 mil, as marés se tornariam tão grandes que todos os continentes seriam submergidos pela água. Até mesmo as montanhas seriam afetadas pela erosão. Jó 38.8-11 Quando o mar jorrou do ventre da terra, quem foi que fechou os portões para segurá-lo? Foi Eu que cobri o mar com as nuvens e o envolvi com a escuridão. Marquei os seus limites e fechei com trancas as suas portas. Eu lhe disse: Você chegará até este ponto e daqui não passará. As suas altas ondas pararão aqui. (NTLH)

Se a crosta terrestres fosse apenas três metros mais grossa, não haveria oxigênio, e sem ele toda a vida animal morreria. Talvez seja em consequência desse conhecimento, tenha escrito o Salmista no Sl 150. 6 Tudo quanto têm fôlego, louve ao Senhor. Louvai ao Senhor!

Se os oceanos igualmente, fossem uns poucos metros mais profundos, o dióxido de carbono e o oxigênio teriam sido absorvidos e nenhuma vida vegetal poderia existir.

O peso da terra foi estimado em seis sextilhões de toneladas (isso é um 6 seguido de 21 zeros). Ela tem, ainda assim, um equilíbrio perfeito e gira com facilidade no seu eixo. Ela revolve diariamente a razão de mais de 1600 km por hora ou 40 mil km por dia. Num ano isso dá mais de 14 milhões de km. Considerando o extraordinário peso de 6 sextilhões de toneladas girando a essa fantástica velocidade ao redor do seu eixo invisível, as palavras de Jó assumem significado sem paralelo. "O norte estende sobre o vazio, e suspende a terra sobre o nada" Jó 26.7.

A terra revolve em sua própria órbita ao redor do sol, percorrendo a cada ano o longo circuito de 965 milhões de km. O que significa que nós viajamos nessa órbita à velocidade de 30 km por segundo, ou 1800 km por hora.

Como Jó somos convidados a meditar, e inclinar nossos ouvidos para considerar as maravilhas de Deus Jó 37.14 A isto, Jó, inclina os teus ouvidos; Para e considera as obras maravilhosas de Deus.

 Podemos coniderar a respeito do sol. Jó 9.7 O que dá ordens ao sol, e ele não nasce, o que sela as estrelas. Cada metro quadrado da superfície do sol, segundo estudos científicos, emite constantantemente um nível de energia de 130 mil caválos de força, (aproximadamente 450 motores de 8 cilindros) em chamas sendo produzidas por uma fonte de energia muito mais potente que carvão.

Os nove grandes planetas no nosso sistema solar estão distante do sol entre 57 milhões a cerca de 5 trilhões e 800 bilhões de km. Cada um destes planetas, giram ao redor do sol com absoluta precisão, com órbitas que variam entre 88 dias para Mercúrio e 248 anos para Plutão.

Ainda assim o Sol é apenas uma estrela menor nos 100 bilhões de astros que compõem a nossa galáxia, a Via Láctea.

Rm 1.20 Pois os seus atributos invisíveis, e o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos, desde a fundação do mundo, sendo persebido mediante as coisas criadas, de modo que elas são inescusáveis.

III. DEUS É MAJESTOSO EM TUDO AQUILO QUE ELE VAI FAZER (A REDENÇÃO)
Ap 21.5 E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou. Escreve, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras.
O livro de Apocalipse encerra, no desfecho final de suas profecias uma descrição gloriosa de tudo aquilo que Deus, em todo o seu brilho e majestade, reservou no tempo e na história, para todos aqueles que receberam o Seu Filho, O Senhor Jesus Cristo, como Salvador pessoal. A este Ele diz: A redenção está pronta! Ef 1.14 O qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão de Deus, para o louvor da sua glória. Nenhum dinheiro do mundo é necessário, pois o preço que o Senhor Jesus pagou por nós na cruz do Calvário foi suficiente.
Hb 9.12 e não pelo sangue de bodes ou novilhos, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez por todas no santo lugar, havendo obtido uma eterna redenção.

1Pe 1.18, 19 Sabendo que não foi com coisas corruptíveis como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver, que por tradição recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue, como de um cordeiro sem defeito e sem mancha, o sangue de Cristo.

Se a majestade de Deus pôde ser contemplada nas maravilhas da Sua criação perfeita, e em tudi aquilo que Eke fez, o que não dizer em relação a tudo aquilo que Ele reservou para a redenção dos seus filhos!

E vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus. Adereçada como uma noiva, ataviada para o seu noivo. V.2
Ap 21/22 Descreve toda a beleza e toda a grandeza daquilo que somente Deus, com todo o Seu poder e toda a Sua majestade poderia preparar para nós os seus filhos.

l  Ap 21.1 E vi um novo céu e uma nova terra, porque já se foram o primeiro céu e a primeira terra, e o mar já não mais existe.

 

 

A TRADIÇÃO QUE RECEBEMOS.

Mandamo s -vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo o irmão que anda desordenadamente, e não segu...