sábado, 29 de março de 2014

UM MUNDO MUITO ESTRANHO...

1Pe 4. 3. Porque é bastante que no tempo passado tenhais cumprido a vontade dos gentios, andando em dissoluções, concupiscências, borrachices, glutonarias, bebedices e abomináveis idolatrias. E acham estranho não correrdes com eles no mesmo desenfreamento de dissolução, blasfemando de vós

Int. Todos nós, impreterivelmente tivemos uma vida anterior a esta. (Calma! Não estou falando de reencarnação). O que estou dizendo é que todos nós tivemos um estilo de vida anterior ao que vivemos agora depois que encontramos com o senhor Jesus. É este "estilo de vida" anterior que o apostolo Paulo chama de "tempo passado". "Porque é bastante que no tempo passado..." 

Paulo lembra um tempo que preferíamos esquecer. Para maioria de nós, foi um tempo de coisas que não temos razão para nos orgulharmos. 1Pe 4.3 . Naquele tempo vocês viviam na imoralidade, nos desejos carnais, nas bebedeiras, nas orgias, na embriaguez e na nojenta adoração de ídolos. As lembranças deste tempo traz um misto de tristeza e arrependimento. Para nós foi um passado de pecado, morte e fatos que não trazem saudades  Ef 2.1-3  ...estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais outrora andastes, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos de desobediência, entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira.... 

Um dia porém, de forma que não sabemos explicar direito fomos alcançados e salvos experimentando uma mudança no nosso interior que se refletiu no nosso exterior. Sem nenhuma intenção de explicar diz a Bíblia: "Ele nos vivificou" Segundo o texto de Paulo, estávamos mortos em consequência a nossa vida de pecado, mais Deus nos "vivificou" , isto é Deus nos concedeu vida. Nada fizemos para merecer a a vida de Deus. Mesmo assim Ele nos ressuscitou em Cristo Jesus. Ef 2.4-6. Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus. Estando mortos em delitos e pecados, Deus nos vivificou, isto é, Ele nos deu vida nos ressuscitando por intermédio do Senhor Cristo Jesus. Como resultado deste amor divino, hoje, em Cristo Jesus vivemos uma nova vida. 2Co 5.17. Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. Bem do jeitinho da letra do hino 111 da HC, "que mudança em mim fez o meu bom Jesus, vindo Ele ao meu coração..."

Mesmo sem entender direito todo este processo da salvação, fomos salvos através do sacrifício de Jesus na cruz do Calvário. Hoje podemos dizer que ser salvo é de todas as bençãos a maior que podemos imaginar. O salvo é alguém que mesmo sem ter nenhum merecimento teve todos os seus pecados perdoados, e agora vive em novidade de vida.

É exatamente esta mudança de vida que nos torna estranhos ao mundo. Paulo diz que as pessoas deste mundo "acham estranho não corrermos com eles no mesmo desenfreamento de dissolução" Acham estranho o fato de agora vivermos de forma a "evitar" um estilo de vida dissoluto e desenfreado como no passado e como o mundo continua vivendo. Sl 14.3. Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos; não há quem faça o bem, não há sequer um.

I. O MUNDO QUE VIVEMOS.
Como poderemos entender o mundo que vivemos?  Qual nossa parcela de culpa ou de responsabilidade quado vemos as pessoas que nos cercam vivendo um estilo de vida que inevitavelmente os conduz a morte? Vivemos em um mundo com uma população chegando perto dos seus 8 bilhões de habitantes. Para ser mais exato são 7.219.740.000 habitantes. O Cristianismo, é a maior religião do mundo, e tem cerca de 2,2 bilhões de seguidores, 32% da população mundial. O islamismo, a religião de Maomé, vem em segundo lugar com uma fatia populacional de 23%. 1,6 bilhões de fiéis, com um sistema que monitora a política, a economia e a vida social. Em terceiro lugar vem o hinduísmo com cerca de 1 bilhão de fiéis, o hinduísmo é também a religião mais velha do mundo. As Religiões Chinesas ocupam o quarto lugar com aproximadamente 500 milhões de seguidores, e em quinto lugar vem o Budismo com mais ou menos 400 milhões fiéis

JANELA 10/40
Existe uma faixa da terra que se estende do oeste da África, passa pelo Oriente Médio e vai até a Ásia. A partir da linha do Equador, esta faixa sobe e forma um retângulo entre os graus 10 e 40. A este retângulo denomina-se JANELA 10/40. Dentro da JANELA 10/40 vivem o maior número de povos não alcançados pelo evangelho. Cobrindo 1/3 total do planeta, o que representa 2/3 da população mundial. Cerca de 3,2 bilhões de pessoas em 61 países. Dentro da janela 10/40 encontram-se a maioria dos seguidores das 3 maiores religiões do mundo: Islamismo, Budismo e Hinduísmo. De cada 10 pobres na terra, 8 estão dentro da janela 10/40. Dos 50 países menos evangelizados no mundo, 37 também estão lá. Os países com maiores população não cristã são: China, Índia, Indonésia, Japão, Blangladesh, Paquistão, Nigéria, Turquía e Irã, todos dentro da janela 10/40.

SITUAÇÃO DO BRASIL.
No Brasil, o nosso país, a situação não é muito melhor. Segundo o censo do IBGE o Brasil conta hoje com uma população de 190.755.799, e, é o segundo país com maior incidência de cristãos no mundo, igualando-se ao México e perdendo apenas para os EUA. Porém, é bom lembrar que existem três ramos do Cristianismo: O Protestantismo, o Catolicismo e a Igreja Ortodoxa. O Brasil é um país cristão, cuja incidência é de maioria católica romana. Segundo o Censo do IBGE, no Brasil em 2000 quando a população era de 169.799.170. 73,6%, isto é 124.976.912 milhões eram católicos Os Evangélicos contados pelo mesmo censo não passavam de 26.166.930, somando 15,4% da população brasileira. Pelo Censo 2010, a população no Brasil atingiu 190.755.799 milhões de habitantes. Os Católicos com 123.280.173 milhões de fiéis tiveram uma queda e passaram representar 64,6% da população brasileira. O mesmo censo contou 42.275.437 cristãos evangélicos, somando 22,2% da população brasileira. Se considerarmos que dos 190 milhões dos brasileiros 42 milhões são contados como crentes, (vamos acreditar que estes 42 milhões, sejam realmente crentes)  concluímos que cerca de 150 milhões de pessoas ainda não se encontraram pessoalmente com o Senhor Jesus, e, consequentemente não sabem como é ter uma vida ao lado do Mestre. 

A igreja é a maior responsável pois foi a igreja que foi dada a GRANDE COMISSÃO. Mc 16.15. E disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura. A igreja não tem como se esconder desta grande responsabilidade. A mensagem poderosa que pode salvar o mundo, encontra-se com a igreja. At 2. 40. E com muitas outras palavras dava testemunho, e os exortava, dizendo: salvai-vos desta geração perversa. Se experimentamos em nós a salvação no Senhor Jesus é porque a igreja por meio da sua comissão, e por ser portadora da mensagem capaz de salvar o mundo, de alguma forma conseguiu atingir nosso coração. 1Co 1.18 Porque a palavra da cruz é deveras loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus. Com tantas religiões, crenças, ideias e filosofias, fomos "confrontados" pela Palavra da Verdade. Isto mudou nossa vida. Temos a nossa parte a fazer, uns menos outros mais, porém sempre haverá uma oportunidade para apresentarmos Jesus ao mundo. Duas atitudes em relação ao mundo podem ser um diferencial se quisermos ganhá-lo efetivamente para o Senhor Jesus e cumprirmos nossa tarefa de "evangelização".

1. NÃO AMAR O MUNDO. 1Jo 2.15. Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Se, como salvos ainda alimentando um amor ao mundo em relação a sua sedução e riquezas, nossa pregação surtirá pouco ou quase nenhum efeito pois tal "amor" sufoca a pregação da Palavra Mc 4.19. mas os cuidados do mundo, a sedução das riquezas e a cobiça doutras coisas, entrando, sufocam a palavra, e ela fica infrutífera. O fato é que se não amamos o mundo mostramos que não pertencemos mais ao mundo. Jo 15.19. Se fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; mas, porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia. Não pertencemos ao mundo porque fomos "comprados" dele por preço de sangue por nosso Senhor Jesus Cristo. 1Pe 1.18. sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver, que por tradição recebestes dos vossos pais. Contudo, na estranha tarefa de evangelizar o mundo, temos que entender um segundo princípio que se torna uma espécie de mola impulssionadora Este segundo princípio, nos faz entender o mundo e sua situação presente. Por isso se queremos ganhar o mundo para Jesus, precisamos: 

2. AMAR O MUNDO. Sabem o que é mais estranho? É que ao mesmo tempo em que a Bíblia me diz para não amar o mundo, ela nos diz que Deus amou o mundo. Jo 3.16. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Foi um amor incondicional, que não pediu nada em troca. Rm 5.8. Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nósAmando o mundo nós não desistimos do mundo. O dever de pregar o evangelho não foi revogado e não importa o quanto o mundo pareça perdido 1Co 9.16. Pois, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, porque me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho! A "glória" está em que em Jesus, somos capazes de não amar o mundo quanto suas seduções e riquezas porque o mundo está "crucificado" pra nós. 1 Jo 4.19,20. Nós amamos, porque ele nos amou primeiro.  Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, não pode amar a Deus, a quem não viu. Por outro lado, e ao mesmo tempo somos capazes de amar as pessoas do mundo porque em Cristo, todos nós estamos "crucificados" para este mundo. Gl 6.14. Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.

Em fim,
Isto tudo para o mundo, deve mesmo parecer "muito estranho"



domingo, 2 de março de 2014

UM REINO BOM PARA VIVER

2Sm 8:15 Davi governou todo o povo de Israel e fez com que eles fossem sempre tratados com igualdade e justiça.  

Igualdade e justiça. Talvez, para nós, seja um pouco difícil compreender um reino descrito como este no texto de 2Sm 8.15.   Principalmente porque há tempos não temos um atendimento médico de qualidade. ( ... ) Nossos hospitais públicos estão com os corredores superlotados com pessoas jogadas de qualquer maneira como se fosse lixo ( ... )   Não podemos andar na rua com segurança, não temos transporte público descente, não temos saneamento básico, não temos água. (...)   E por falar em lixo, não temos nem uma coleta de lixo que possamos  classificar como descente...  
 
Estamos no inicio de um novo ano, inícios sempre trazem perspectivas de mudanças   O problema é que também já  faz um bom tempo que não temos percebido nenhuma mudança significativa no que diz respeito às obrigações em relação ao atendimento público de qualidade. Parece que nós ficamos meios que "acostumado" a conviver com governos que em seus mandatos não nos representam nas nossas necessidades  básicas fundamentais. (...)  
 
E para piorar, em todas as eleições as "caras" não se renovam. Como num álbum de figurinhas repetidas, são sempre os mesmos que voltam, e mesmo que num governo anterior eles nada tenham feito de positivo que mereça uma reeleição, eles acabam sempre se reelegendo.  E ainda temos de assistir os chamados "figurões" da nossa política sendo preso por crimes cometidos contra a economia pública, isto é, por "roubo"! Há, como sonhamos com um governo mais humano! talvez um governo como o descrito pelo profeta Isaias. Is 32:1 "Virá o dia em que um rei reinará com justiça e as autoridades governarão com honestidade"  
 
Uma realidade que parece tão distante, tão pouco provável de acontecer em nossos dias, que nos sentido traídos pela leitura do texto.   Talvez a parte do texto que vamos conseguir relacionar com a nossa realidade sejam os versos 6 e 7 pois eles parecem descrever com clareza a nossa situação. "Pois o sem-vergonha diz mentiras e está sempre planejando fazer maldades. O que ele diz a respeito do Senhor é falso; ele faz estas coisas que Deus detesta: nega comida aos que têm fome e água aos que estão com sede.  O malandro faz trapaças; inventa mentiras para prejudicar a causa dos pobres, mesmo quando eles têm razão"
 
A esta altura talvez todos aqui estejam se perguntando: Será que teremos que ouvir hoje um discurso cansativo e maçante a respeito da política no Brasil? Ou será que o pregador será candidato a algum cargo político nas próximas eleições e veio encher a nossa paciência com discursos cansativos e promessas que nunca serão cumpridas?   Calma! A resposta é não para as duas perguntas. não sou candidato a nenhum cargo político e nem pretendo falar de política (até porque não tenho o mínimo domínio sobre o assunto).  
 
A minha proposta para hoje é analisar 


DOIS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS QUE TORNAM UM REINO UM LUGAR BOM PARA SE VIVER

E depois mostrar, a luz da Bíblia que este Governo é possível e um dia finalmente acontecerá, mesmo que para nós, hoje, isto possa parecer muito pouco provável, ele vai acontecer. Daniel 2:44 "...o Deus do céu fará aparecer um reino que nunca será destruído, nem será conquistado por outro reino. Pelo contrário, esse reino acabará com todos os outros e durará para sempre"

I. IGUALDADE. 
2Sm 5:12 E assim Davi entendeu que o Senhor o havia confirmado como rei de Israel e que, por amor ao seu povo, estava fazendo o seu reino progredir.

 A condição ou princípio devem ser entendidos como a forma como somos tratados no reino. O texto de 2Sm 8:15 revela o segredo do sucesso do Rei Davi.

1.    Davi governou todo o povo de Israel... Davi governou para todo o povo, não apenas para uma parte elitizada dele. Um governo que seleciona uma parte elitizada para beneficiar certamente será um governo de poucos, e logo a grande maioria demonstrará sua insatisfação de alguma forma. ( ... )

2.    ...e fez com que eles fossem sempre tratados com igualdade e justiça. Em seu governo, Davi reinou com o povo e para o povo. O interesse do reino era sempre em benefício do povo. Se o povo vai bem o reino vai bem.

 A partir do reino de Davi fica mais fácil entendermos  o que quer dizer a palavra igualdade:

a)    Igualdade é a qualidade do que não apresenta diferença qualitativa ou quantitativa.  Igualdade não faz "diferença" entre o povo. Davi governou "todo" o povo de Israel.

b)    Igualdade é a correspondência perfeita entre as partes de um todo; neste caso igualdade se define por uniformidade.  Davi procurou manter o povo do seu lado, eles eram o seu reino e o reino era para eles. Assim Davi conseguia atender o povo em todas as suas necessidades e o povo permanecia fiel a ele. 2 Sm 5:4-5  "Ele (Davi) tinha trinta anos de idade quando se tornou rei e reinou quarenta anos. Governou Judá, em Hebrom, sete anos e meio; e governou Israel e Judá, em Jerusalém, trinta e três anos" Mas, no contexto do que estamos falando, a melhor definição de Igualdade é aquela que diz que:

c)    c) "Igualdade" é o princípio de organização social segundo o qual todos os indivíduos devem ter os mesmos direitos, deveres, privilégios e oportunidades.  Isto é igualdade... E, este foi o segredo do Rei Davi: ...e fez com que eles fossem sempre tratados com igualdade e justiça.  

 Pessoas como Martin Luther King Jr, e sua luta contra a segregação racial, sonhou em um dia poder ver "brancos e negros caminharem juntos"  (I have dream). Luther King conheceu muito bem este princípio,sofreu literalmente na pele a dor do desrespeito, e morreu sem ver seu sonho se realizar.Nelson Mandela o mais poderoso símbolo da luta contra o regime segregacionista do sistema apartheid racista oficializado em 1948,  dedicou 67 anos de sua vida a causa dos direitos humanos e pela qual se tornou prisioneiro, até ser eleito o primeiro presidente de África do Sul Livre. No dizer de Ali Abdessalam Treki, Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, Mandela foi, "um dos maiores líderes morais e políticos de nosso tempo"  O conhecido líder pacifista indiano Mahatma Ghandy que foi o idealizador e fundador do moderno Estado indiano e o maior defensor do Satyagraha,  princípio da não-agressão, forma não-violenta de protesto, como um meio de revolução, também marcou a história  na luta pelo princípio da igualdade social. A história sempre teve seu representante nesta luta, citar cada um deles aqui tornaria o discurso extremamente longo e muito cansativo.  Todos eles se foram...Muito alcançamos graças aos sonhos e luta desses homens... Mas, o que dizer quando entro num hospital público e vejo pessoas como eu, jogadas pelos cantos como se fossem bichos... ( ... ) Onde está a igualdade social em nosso sistema de governo,  se aqueles que podem "pagar" tem a sua disposição redes de hospitais bem equipadas e prontas para atendê-los a qualquer hora do dia? Enquanto que o pobre... Será que todos os heróis trabalharam em vão, deram suas vidas por nada?

A PAZ . Lc 19:42  "...Ah! Jerusalém! Se hoje mesmo você soubesse o que é preciso para conseguir a paz! Mas agora você não pode ver isso"  
 
A paz sempre foi o bem mais desejado das nações. Por causa da paz as nações fizeram a guerra. Em nome da paz muitos foram presos, separados de suas famílias, milhões foram torturados e mortos, tudo em nome da paz.   Paz que o mundo nunca conheceu de perto, eles até tentaram por várias vezes a visualizar, mas, ela sempre foi vista de muito longe. Paz já tantas vezes oferecida mas, apesar de ser tão discutida ou falada, a grande maioria parece nunca a ter descoberto.  Lc 1:78-79   "Pois o nosso Deus é misericordioso e bondoso. Ele fará brilhar sobre nós a sua luz  e do céu iluminará todos os que vivem na escuridão da sombra da morte, para guiar os nossos passos no caminho da paz"   Como falar de paz quando o povo precisa queimar ônibus, quebrar bancos, e fechar vias públicas para tentar chamar a atenção dos seus governantes. Nossos ouvidos parecem estar fechados para as palavras de Paulo: 2Co13:11    "... Procurem ser corretos em tudo. Escutem bem o que eu digo. Tenham todos o mesmo modo de pensar e vivam em paz. E o Deus de amor e de paz estará com vocês" Como conseguiremos "viver em paz" se não somos governados pelo princípio da igualdade? Davi entendeu isto. A paz verdadeira não se conquista pelo poder das armas, nem por acordos diplomáticos. Ela é maior que o sonho de Martin Luther King Jr. É mais que o ideal de Nelson Mandela. A paz, que pode mudar toda estrutura governamental humana. Paz capaz de tornar qualquer reino um lugar feliz e agradável para viver. Ef 2:14-16   "Pois foi Cristo quem nos trouxe a paz, tornando os judeus e os não judeus um só povo. Por meio do sacrifício do seu corpo, ele derrubou o muro de inimizade que separava os judeus dos não judeus. Ele acabou com a lei, juntamente com os seus mandamentos e regulamentos; e dos dois povos formou um só povo, novo e unido com ele. Foi assim que ele trouxe a paz. Pela sua morte na cruz, Cristo destruiu a inimizade que havia entre os dois povos. Por meio da cruz, ele os uniu em um só corpo e os levou de volta para Deus"    

II. JUSTIÇA
Gn 18:19 Eu o escolhi para que ele mande que os seus filhos e os seus descendentes obedeçam aos meus ensinamentos e façam o que é correto e justo...O segundo princípio, não menos importante, para o desenvolvimento de um reino agradável, é a justiça. Justiça, por sua definição mais básica, pode ser entendida como a virtude moral inspiradora do respeito pelos direitos de cada indivíduo. Lv 19:15 Quando julgar alguma causa, não seja injusto; não favoreça os humildes, nem procure agradar os poderosos. Julgue todas as causas com justiça.
 
A Justiça não olha cara não olha altura, não olha a cor dos cabelos. Sua missão é sempre atribuir a cada pessoa aquilo que lhe é devido, surgindo não como um ato interior, sentimentalista, mas como um ato respeitoso às relações do indivíduo e seu semelhante. Alegoricamente e por representar a imparcialidade da aplicação do direito, a justiça é representada por uma mulher de olhos vendados com uma balança numa mão e uma espada na outra.

II. DEFINIÇÕES

1.    Segundo Platão, a justiça pode ser entendida não só como uma virtude, mas também como uma forma de organização da vida em sociedade

2.    Para Agostinho, a justiça é mais que apenas a preocupação e o respeito por um direito social, para o Pai da Igreja, a justiça surge através de ações e obras de alguém. Ela é um ato de um homem em graça divina.

3.    Para Aristóteles, a justiça poderia ser definida como "uma disposição para realizar ações que produzam e conservem a felicidade, e os elementos desta, para uma comunidade.

4.    Luc Ferry e Alain Renaut, estabelecem a justiça como um equilíbrio das liberdades de cada um, moderada por instituições que tenham capacidade para garantir solidariedade social num Estado de direito.

Conclusão dos argumentos.

Em última instância, o objetivo da justiça é permitir o estabelecimento de situações de apoio no princípio da igualdade a toda a Humanidade e não só a uma cidade ou a um país. A justiça é universal. Mq 6:8 O Senhor já nos mostrou o que é bom, ele já disse o que exige de nós. O que ele quer é que façamos o que é direito, que amemos uns aos outros com dedicação e que vivamos em humilde obediência ao nosso Deus.

Quando vemos o quão longe estamos deste ideal, nossa sensação talvez seja o de gritar como o profeta. Hc 1:2-4 Ó Senhor Deus, até quando clamarei pedindo ajuda, e tu não me atenderás? Até quando gritarei: “Violência!”, e tu não nos salvarás?  Por que me fazes ver tanta maldade? Por que toleras a injustiça? Estou cercado de destruição e violência; há brigas e lutas por toda parte.  Por isso, ninguém obedece à lei, e a justiça nunca vence. Os maus levam vantagem sobre os bons, e a justiça é torcida.

(Será que as greves, as manifestações fazem parte deste grito?)

 Ap 19:11-16 - Em seguida vi o céu aberto, e apareceu um cavalo branco. O seu cavaleiro se chama Fiel e Verdadeiro. Ele julga e combate com justiça. Os seus olhos eram como chamas de fogo, e ele tinha muitas coroas na cabeça. Havia escrito nele um nome que ninguém conhece, a não ser ele mesmo. A sua capa estava encharcada de sangue. Ele se chama “A Palavra de Deus”. Os exércitos do céu o seguiam, montados em cavalos brancos e vestidos de linho branco e puro. Da sua boca saía uma espada afiada, com a qual ele vencerá as nações. Ele as governará com uma barra de ferro e pisará as uvas no tanque do furor da ira do Deus Todo-Poderoso. Na capa e na perna dele estava escrito este nome: “Rei dos reis e Senhor dos senhores.” Um reino com base na Igualdade e na Justiça não é apenas um sonho, todavia, não podemos esperar este reino de "Cabraus", "Russefs" ou de "Dautmans..." Este reino terá um Rei que governará, diferente de todos os outros que por aqui passaram ou que conhecemos. A diferença se pode ver na plataforma do Seu governo: "Ele julga e combate com justiça". Será que ainda podemos esperar o aparecimento de algum ( ou alguma) grande "conquistador" que lutará com suas armas para finalmente vencer este governo manipulador e infiel? Um conquistador com poder para tomar das mãos corruptas  de nossos governantes o poder outorgado por um sistema falido e maquiavélico. Isaias previu a vinda deste Rei:  Is 33:17-19 Mais uma vez vocês verão um rei com toda a sua glória, governando um país imenso.  Vocês pensarão no medo que sentiram no passado e perguntarão: “Onde estão aqueles que nos forçavam a pagar tributos, aqueles que cobravam os impostos? Onde estão os que controlavam as nossas fortalezas?”  Vocês nunca mais verão aquele povo orgulhoso, aquela gente que fala uma língua estranha, uma língua difícil que ninguém entende. A Bíblia fala da vinda do Rei. Rei que reinará em todo o resplendor da sua Glória. Mt 24:29-31  "Depois daqueles dias de sofrimento, o sol ficará escuro, e a lua não brilhará mais. As estrelas cairão do céu, e os poderes do espaço serão abalados. Então o sinal do Filho do Homem aparecerá no céu. Todos os povos da terra chorarão e verão o Filho do Homem descendo nas nuvens, com poder e grande glória. A grande trombeta tocará, e ele mandará os seus anjos para os quatro cantos da terra. E os anjos reunirão os escolhidos de Deus de um lado do mundo até o outro" Um Rei que vem para "governar". Um Rei que vem estabelecer um reino eterno, um reino que nunca terá fim. O nome deste Rei: "Na capa e na perna dele estava escrito este nome: “Rei dos reis e Senhor dos senhores.

Ele julga e combate com justiça"  E seu reino não terá fim... Ap 11:15 Então o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu vozes fortes, que diziam: — O poder para governar o mundo pertence agora a Deus, que é o Senhor nosso, e ao Messias que ele escolheu. E Deus reinará para todo o sempre!

 Um reino que nunca acabará... Para sempre...

 

 

SALA DE ESTUDOS - HERMENÊUTICA

Sala de Estudos Introdução:  Hoje é nosso primeiro dia Sala de Estudo. Iniciamos agora uma nova reunião onde teremos o privilégio de ...