segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

TELEVISÃO, UM BEM QUE PODE TORNAR-SE EM MAL


Texto: Dt 6.6-8 - E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas.
Dt 7.26 Não porás, pois, abominação em tua casa, para que não sejas anátema, assim como ela; de todo a detestarás, e de todo a abominarás, porque anátema é.

Introdução: No inicio, lá pela década de 50, nada havia de errado com ela, sua proposta era a de oferecer informação, diversão e cultura tornando possível um conhecimento mais amplo acerca dos povos e das nações. Ela, sem dúvida, foi um marco que mudou consideravelmente o perfil da infância brasileira. Desde então houve um grande avanço da tecnologia, tornando-a altamente atraente não só a crianças mais também a jovens e adultos. Com pouco tempo, porém, seus objetivos tornaram-se outros, a ação maligna e os interesses comerciais trouxeram efeitos nocivos que tem prejudicado a vida espiritual, moral, física e emocional de um grande número de pessoas, principalmente crianças e adolescentes. A programação televisiva transformou-se numa escola de pecado, e, nós pais, não controlamos nem supervisionamos o que nossos filhos vêem na televisão. Segundo pesquisas, alguém que fique exposto a TV, em um ano terá assistido a nada menos que 1168 piadas de sexo e 7446 cenas de nudez, além de cenas de crime dos seguintes tipos: homicídios (30%), lesões corporais (57%), furtos (6%), roubos (4%), outros (3%). Até o final da adolescência, o caráter e a personalidade não estão completamente amadurecidos e segundo estudos, a televisão atuando na educação e socialização tem pontos negativos, inclusive de saúde, associados a permanência excessiva em frente ao aparelho e pela exposição de programas cheios de violência, promiscuidade, vícios e até cultos satânicos. (Comitê de Estudos da Violência da Universidade do Rio Grande do Sul, Ministério Público e Associação Brasileira de Psiquiatria)

I. MALES CAUSADOS PELO EXCESSO DE TV
O inimigo não é a televisão, mas o mau uso que se faz dela. Infelizmente, temos de reconhecer que os prejuízos causados por ela à família são bem maiores que os benefícios. Como se trata do maior e melhor meio de comunicação de massa, Satanás conseguiu dominar a maior parte da sua programação. Diante desse fato incontestável, precisamos alertar para os males que podem ocorrer do uso sem controle da tevê, em nós e em nossos filhos.
  1. A TV ESTÍMULA Á VIOLÊNCIA
Noventa por cento dos filmes importados, estimulam a violência, atingindo em cheio a juventude, na fase da formação do seu caráter. Uma criança no Brasil; ao atingir 14 anos de idade, já testemunhou 11.000 (onze mil) crimes na tevê. Não se incluindo, neste total, contrabandos, combates, estupros, assaltos e espancamentos que resultam em mortes. (Professor Gaudêncio Torquato, fazendo citação de palavras do ex-ministro das Comunicações, ao falar de tevê no 1 Simpósio Nacional sobre a Televisão e a Criança)
A violência continuada é a tônica dos programas dos canais de televisão e não há opção de escolha para o telespectador. Uma pesquisa feita por uma equipe, aqui no Brasil durante 200 horas de programação, revelou os seguintes dados: 30 mortes cruéis, 1018 lutas, 3.592 acidentes, 32 roubos, 616 cenas de uso indevido de armas, 57 seqüestros, 819 desafios, 410 trapaças, 86 casos de chantagem e 321 aparições de monstros e animais ferozes. (Cadernos de Comunicação, n9 3,1978, Proal, Pg. 8 / Lições Bíblicas CPAD 2º trimestre de 2007)
Segundo o jornal Folha de São Paulo, a ONU veio ao Brasil em 1998, e detectou a exibição de 20 crimes por hora na televisão brasileira. 1432 crimes em uma semana de desenhos animados. As 71 hora de desenho, indicaram que, em média\dia, a cada 60 minutos, aparecem 20 crimes, a maioria de lesão corporal e homicídio.
Ora, diante desses fatos angustiantes, perguntamos:
  • Quantas horas há na tevê de pregação do Evangelho de Jesus, que pode transformar os homens?
  • Quantos exemplos de famílias felizes que possam ser imitados?
  • Quantos programas educativos a ponto de combater os maus programas? 


    2. A TV ESTIMULA O PECADO.
A televisão, na maior parte dos programas, exalta a pecaminosidade. O adultério, a prostituição, as práticas sexuais ilícitas são exaltadas e apresentadas como coisas muito naturais. A traição, a infidelidade conjugal, são o "prato do dia" dos programas, dos filmes e das novelas da tevê. Essas imundícies são jogadas pelo vídeo, na sala de estar, no quarto de dormir de muitos cristãos. Na programação em geral é comum cenas de insinuação sexual, ensinando e estimulando a fornicação, o adultério e o homossexualismo. A Universidade Gama Filho, em 1997, investigou a erotização e a exploração da figura da mulher na programação infantil. Em 151 horas de programação, os pesquisadores detectaram 308 cenas de erotização, apontando em primeiro lugar a TV Globo e em segundo o SBT. De acordo com o levantamento, a cada 29 minutos, meninos e meninas recebem um estímulo erótico e uma imagem preconceituosa ou deturpada sobre a mulher.
Uma pessoa que vive hoje 70 anos, dorme 23 anos, trabalha 16 anos, assiste 8 anos de televisão, passa 9 anos comendo, 4,5 anos se divertindo, 4 anos doente, 2 anos trocando de roupa e apenas 6 meses procurando por Deus.

SUAS INFLUÊNCIAS DESTRUTIVAS.
Além de todos estes males acima, podemos ainda enumerar outros males causados pelo mau uso da televisão:
  1. A TV limita a imaginação por não exigir esforço das funções cognitivas (relativo ao conhecimento). Deixar-se levar pelo que ela exibe, sem valer-se de uma escolha criteriosa, pode causar empobrecimento psicossocial.
  2. Ela conduz ao isolamento, ao uso de álcool e fumo e a agressividade. Efeitos estes predominantes nos telespectadores contumazes, em comparação a telespectadores moderados, segundo pesquisas.
  3. Quando vista por mais de 20 horas por semana, a TV pode danificar as funções do lado esquerdo do cérebro, inibindo o desenvolvimento lógico-verbal em crianças, ou reduzindo-o em adultos.
Por falta de conhecimento deixamos nossos filhos expostos a mensagens subliminares (Diz-se de estímulo não muito intenso, que não passa do limiar da consciência) que acabam tirando-os da comunhão com Deus e induzindo-os a um comportamento violento. 90% dos estudos de percepção subliminar referem-se a comunicação visual.
Entre os chamados "personagens bons" apresentados pela televisão, encontramos, por exemplo:
  • Pinóquio, um boneco que bebe cerveja,
  • Dumbo, um elefante que fica bêbado de vinho,
  • Uma centopéia que fuma e bebe vinho (James e o Pêssego Gigante)


    3. A TV MODIFICA A VISÃO DAS COISAS.
Nas novelas, aquilo que é certo, como o amor conjugal verdadeiro e puro, é visto como coisa errada, ultrapassada.
  • A desobediência aos pais é ensinada.
  • A mansidão, qualidade que deve ser cultivada, é vista como algo desinteressante, mas a violência é exaltada.
  • A pureza sexual é vista como coisa do passado. O falso "amor livre" é exaltado. Geralmente, nos programas de TV, o roubo, a trapaça, são sinônimos de capacidade intelectual, enquanto a honestidade é vista como outra coisa do passado.
  • O amor a Deus é relegado ao esquecimento. O materialismo é mostrado como algo muito nobre e elevado.
  • A religião certa é ridicularizada, enquanto as doutrinas de demônios são promovidas. Para estas há bastante espaço na TV.
  • Os heróis não são os pregadores, os missionários, que dão suas vidas pelas almas perdidas; não são os pais de família honestos; não são os trabalhadores, que, com seu suor, promovem a riqueza da nação; não! Os heróis são os ladrões; são os violentos; são os falsos líderes; são as falsas personagens de ficção; são os adúlteros, são os homossexuais, são as lésbicas, são os tarados. "Ai dos que ao mal chamam bem…" (Is 5.20,21).
A televisão está sendo usada pelo Diabo para a destruição dos lares, da fé, da pureza, do pudor, da vergonha, da honestidade e de tudo o que deveria ser preservado na sociedade. Os lares cristãos não podem contribuir para a propagação desta avassaladora onda de destruição espiritual e moral. Tudo isso acontece porque o mundo, que "jaz no maligno", está sendo guiado pelos valores deturpados dos guias materialistas do nosso tempo, que, por sua vez, são guiados por Satanás. Mas nós os cristãos, ao contrário, "são guiados pelo Espírito de Deus" (Rm 8.14). 

4. A TELEVISÃO DIVULGA AS DOUTRINAS ESPÍRITAS.
Não é hoje que a televisão brasileira tem usado de sua programação para uma divulgação aberta e descarada da doutrina espírita. As novelas globais, principalmente, tem sido uma fonte principal de divulgação no âmbito de nossa nação. O Espiritismo não é novidade na teledramaturgia. Desde a primeira versão de A Viagem, em 1975, o tema atrai milhões de espectadores. Não é para menos, já que o Brasil é o país com maior número de adeptos da doutrina Espírita. Vale relembrar algumas novelas que abordaram o tema:
  • Escrito nas Estrelas, novela que foi apresentada pela Globo no horário das 18h, o suposto espírito de Daniel (Jayme Matarazzo) continua circulando ao longo da trama.
  • A viagem (1994): O remake da história de Ivani Ribeiro fez tanto sucesso que já foi reprisado duas vezes no Vale a Pena ver de Novo. O mau-caráter Alexandre (Guilherme Fontes) continua atormentando a família mesmo depois de morto. Enquanto isso, Otávio (Antonio Fagundes) e Diná (Christiane Torloni) vivem uma grande paixão, que continua mesmo após a morte dos dois. No último capítulo, a novela traz uma bela mensagem: "A vida continua… E a morte é uma VIAGEM…"
  • Anjo de mim (1996): Na trama de Walter Negrão, Floriano (Tony Ramos) vive assombrado por visões de sua vida passada, na qual uma mulher morre diante de seus olhos. Através de terapias de regressão, o protagonista tenta buscar no presente a reencarnação de sua amada da outra vida. A novela não teve muita repercussão, mesmo com a presença de Tony Ramos, Herson Capri e outros nomes de peso no elenco.
  • Alma gêmea (2005): Recentemente exibida no Vale a Pena Ver de Novo, a novela de Walcyr Carrasco é uma das mais bem-sucedidas no horário das 18h. Na história, Luna (Liliana Castro) morre tragicamente pouco depois de se casar com Rafael (Eduardo Moscovis). Anos depois,Rafael reencontra a amada reencarnada em Serena (Priscila Fantin), uma jovem índia com grande sensibilidade e consciente de seu destino. O último capítulo mostrou a morte do casal protagonista, fugindo à regra do "Felizes para sempre". Mas foi bonito mostrar a ideia de que o amor continua além da vida terrena.
  • O profeta (2006): Outro sucesso de Ivani Ribeiro que foi reeditado, a trama contava a história de Marcos (Thiago Fragoso), jovem sensitivo que quase sucumbiu ao poder e à ambição. Desde pequeno, o rapaz demonstrava poderes sobrenaturais e, após a morte do irmão, passa a ter um contato maior com o mundo espiritual.
 Além das novelas, descobrimos que até mesmos os desenhos animados, feitos para as crianças, estão repletos de ensinos espíritas e símbolos satanistas com mensagens subliminares, e às vezes mensagens escancaradas.

1) "CINDERELA" A primeira mensagem explícita é: Cinderela vai aos aposentos de seu gato e grita: "Lúcifer, venha aqui!". O gato de cinderela tem por nome lúcifer. Mais a frente, ocorre outra mensagem, também explícita. Cinderela, tentando convencer o seu cão a gostar de seu gato, diz o seguinte: "... Falo sério, lúcifer tem seu lado bom! às vezes é... bem, aliás, sempre ele é... Ora, ele não pode ser tão mau assim!". Aqui, Cinderela diz ao seu cão (e também a todos que estão assistindo ao desenho), que lúcifer tem seu lado bom, ou seja, pode ser encontrada alguma bondade em lúcifer.

2) "HÉRCULES" Segundo a Mitologia Grega, existiu um jovem dotado de força superior cujo nome era Hércules. Este jovem ficou eternizado pelos seus doze trabalhos, conhecidos por "Os Doze Trabalhos de Hércules", nos quais pôde utilizar sua grande força para realizá-los. Walt Disney aproveitou este personagem para lançar um desenho animado contando sua vida. O desenho "HÉRCULES".
Neste desenho, Hércules é perseguido por um vilão, cujo nome é "HADES". Este vilão tem como seguidores alguns pequenos diabos, juntos, utilizam-se de seus poderes "mágicos" para poder destruir Hércules. O que poucos sabem, é que este desenho está repleto de mensagens. Algumas são subliminares e outras, pelo incrível que pareça, são completamente explícitas. A começar pelo nome do vilão: HADES. A Bíblia ensina que HADES é o nome do local onde as almas sofredoras aguardam seu julgamento. Hades também é conhecido como SEOL e até mesmo por INFERNO. Inclusive, em certo momento do desenho, o vilão Hades se apresenta para Hércules da seguinte maneira: "...Olá, meu nome é Hades, senhor dos mortos!"
Em certo momento do desenho, Hades, desabafando e extravasando sua ira com seus demônios, profere as seguintes palavras: "...Eu estou prestes a reorganizar o universo e o único idiota que pode estragar tudo está vagando por aí!". Quando Hades inicia este pronunciamento, começam a surgir várias labaredas de chama sobre seu corpo, e no momento que ele diz a palavra "IDIOTA", as chamas se intensificam e surge o nome "JESUS" sobre ele. Quando ele acaba de falar, todo o seu corpo é tomado pelas chamas e então surge uma cruz com um demônio sobre ela.

3) "A BELA E A FERA"
Este desenho, também da Disney, deixa de forma clara, uma mensagem de amor incondicional. Este amor não deve ser restringido somente às pessoas bem afeiçoadas, e que este sentimento também pode existir no coração daqueles que por algum motivo sejam excluídos devido a alguma deformidade física. Neste desenho, A bruxa lança uma maldição ao rapaz, quando este não permite que ela durma no Palácio, transformando-o numa besta. Vemos, neste desenho, várias mensagens subliminares e preconceituosas. Muitas destas mensagens fazem menção à prática da Magia e da Bruxaria, além de incitarem à sensualidade.
Vejamos algumas:
  • Apelo à Sensualidade: Em certo momento do desenho um grupo de meninas, erguendo-as sobre uma mesa, se movimentam de forma sensual, deixando exibidas seus contornos e suas roupas de baixo. Este tipo de imagem desperta na criança, precocemente, o interesse pela sensualidade, fazendo com que muitas delas se iniciem em aventuras sexuais.
  • Divulgação de Sinais Satânicos: Estas mesmas meninas no momento que estão sentadas sobre a mesa, realizam sinais satânicos com as mãos. A propósito, estes sinais, como temos visto, são exibidos com grande freqüência, em quase na totalidade dos desenhos da Disney.
4) "FANTASIA" "MICKEY"
Os Estúdios de Walt Disney se superaram neste desenho. Não obstante à incrível beleza deste desenho, no qual pode-se ver a arte musical mesclada à visual, a enxurrada de mensagens satânicas é incrível. Realmente incrível, pois todos esperavam dos personagens da Disney o máximo em carisma e inocência. Carisma até têm, mas inocência...
Em "Fantasia", Mickey é o auxiliar de um regente de uma apresentação de música clássica. À medida que a música vai sendo tocada, Mickey vive uma série de aventuras nos mais diversos ambientes. Em uma dessas aventuras, a qual se chama "Aprendiz de Feiticeiro", Mickey é um aluno do feiticeiro Merlin. Merlin ordena a Mickey para que encha d água um poço, utilizando um balde, que para isso, terá que fazer várias viagens entre o poço e a fonte d'água. Porém, quando Merlin sai, esquece seu chapéu mágico e Mickey, utilizando-se dos poderes do chapéu, dá vida à uma vassoura e faz com que a mesma faça o trabalho de encher o poço. Mickey adormece e quando acorda, todo o ambiente estava transbordando pois a vassoura não parava de trazer água. Mickey, apavorado, pega um machado e começa a desferir vários golpes na "vassoura viva", de forma violentíssima. Esta atitude choca a criança que neste momento já estava vendo a vassoura não como uma vassoura, mas como um personagem. Ao final da violência, pode-se ver os pedaços da vassoura, como se Mickey tivesse esquartejado um outro personagem.
Mais a frente, a pior cena de todas: Aparece um monte alto e negro, que no desenho é chamado de "Monte Calvo" (observe que "Calvo" é muito parecido com "Calvário", local onde Jesus Cristo foi crucificado). No alto do monte tem uma grande "pedra". Quando anoitece, aquilo que seria uma pedra é, na realidade lúcifer, que estava adormecido e que agora desperta. Ao despertar, chama todas as almas dos mortos para adorá-lo. As almas chegam-se até ele e começam a prestar-lhe adoração. Ele imprime sofrimento a elas, lançando-as no lago de fogo, e passa toda a noite assim. Quando amanhece, lúcifer torna a adormecer, tomando novamente a forma daquela pedra. O mais curioso é que depois de toda esta adoração uma espécie de procissão ao som da canção "Ave Maria", a máxima expressão musical católica à Virgem Maria, mãe de Jesus. Seria uma ironia? Este desenho é direcionado, a priori, para crianças entre 10 e 15 anos.

5) "TOY STORY II"
Este desenho, aparentemente inocente, tem uma parte em que um dos personagens passa os canais de uma televisão em alta velocidade. A princípio, não se dá muita atenção às imagens que surgem, mas passando quadro a quadro, podemos encontrar diversas imagens subliminares, cada um com um teor diferente. São elas:
(a) Um palhaço mostrando o dedo do meio, fazendo um sinal obsceno;
(b) Uma mulher semi-nua, com os seios quase à mostra;
(c) Um homem tentando matar um personagem menor com um maçarico!
Todas estas imagens se encontram em, aproximadamente, 24 minutos de desenho.

6) "POCAHONTAS"
A origem da palavra: A parte "POCA" significa "Espírito", e a parte "HONTAS" significa "do Abismo". O sentido completo da palavra é "Espírito saído do Abismo". A Disney "omitiu" quando produziu este vídeo, pois não é a história real. Pocahontas, a menina índia, tinha apenas 12 anos e não uma mulher sensual como aparece no filme. Ela casa-se com um inglês, converte-se ao Cristianismo e morre na Inglaterra. No desenho, a índia Pocahontas fala com um espírito na árvore. O caule da árvore fica com a forma do rosto de uma velha, que seria sua avó, já falecida há 400 anos. Observe aí a doutrina da reencarnação sendo passada sutilmente às crianças.

7) "CAVERNA DO DRAGÃO"
Conta a história de um grupo de jovens que, depois descerem a montanha russa, seu carro saltou para uma outra dimensão e o grupo caiu em um mundo mágico, cheio de dragões, duendes e monstros de todo o tipo. Neste mundo, existem três personagens principais: o "Mestre dos Magos", que é o "guru" do grupo, lhes dando orientações sob a forma de enigmas, a "Uni", um unicórnio que os acompanha e que passa a ser a mascote do grupo e o "Vingador", que é um demônio que tenta derrotá-los.
Chamou-me a atenção um episódio em que o Vingador é aprisionado num mundo subterrâneo e, neste momento, ele diz coisas que fazem alusão a um período da Bíblia chamado por "Milênio. No desenho, o Vingador diz: "Não venceram ainda... Estaremos fadados a viver no mundo subterrâneo até que aquele, cujo nome não podemos dizer, REINE LÁ EM CIMA!" Coincidência ?

8) "A VACA E O FRANGO"
Trata-se de uma vaca e um frango filhos que possuem pais normais. Estes pais têm como objetivo apoiá-los mesmo quando os seus atos são errados. O que impressiona é que seus pais nunca aparecem totalmente, estão sempre da cabeça para baixo, e quem toma conta dos garotos, a Vaca e o Frango, é um DEMÔNIO, literalmente. De vez em quando ele leva os dois para o inferno e é ele que dá dicas e opiniões para a vida de cada um. Se percebemos a mensagem subliminar que este desenho traz é que "os pais não são capazes de criar os seus filhos e eles são ensinados pelo mundo ou pelo príncipe deste mundo, que se trata do próprio DIABO" . Analise o que a sociedade chama de Frango um menino e de Vaca a menina? Entendo que o fato dos pais serem apresentados de ponta-cabeça se deve ao entendimento de que o que falam sempre deve ser seguido de forma contrária.

9) "SOUTH PARK"
Coisas como: Belzebu está perdidamente apaixonado por Saddam Hussein, ou, ainda, outra situação: um grupo de crianças canta uma balada para Satã, o "mal-amado". Ainda, cenas com palavrões, e situações de desobediência e agressões gratuitas e desnecessárias. Tudo isto e muito mais compõe o enredo de "South Park", um seriado destinado ao público infantil, de título inspirado numa cidadezinha provinciana cuja peculiaridade é ser considerada a capital mundial da ufologia, local privilegiado de contatos com extraterrestres e experiências paranormais. A lista de personagens inclui um professor esquizofrênico e homossexual, uma enfermeira que tem um feto grudado na cabeça, um cozinheiro maníaco sexual e outras aberrações mais. E, como se não bastasse, este desenho animado transmite ainda um profundo desprezo por minorias como judeus, negros e subalternos, entre outros. O único garoto bonzinho do seriado morre em todos os episódios: ora atravessado por um mastro de bandeira, ora devorado por um bando de perus. Programas como South Park visam exclusivamente a decadência moral de crianças, jovens e adolescentes, pois sem dúvida alguma eles muito mais destroem do que constroem.

10) "OS SIMPSONS"
Neste desenho, o personagem Bart Simpson chama seu pai de estúpido, idiota e de outros palavrões. Em 1995, o criador dos Simpsons criou um Bart Simpson bom, que orava na hora das refeições, que beijava a mãe antes de ir à escola. Os telespectadores começaram por clamar pelo retorno do Bart de mau comportamento. Em certo episódio, um treinador de Baseball faz explanação ao time e surge um quadro em que, a frente dos demais jogadores, existem dois que se destacam. O da esquerda usa uma camisa com o número 6 estampada e ao seu lado, um outro jogador exibe sua camisa com o número 66. Ambos estão lado a lado, e a combinação de seus uniformes exibem o número 666, que segundo o Livro de Apocalipse, representa o número da besta. Eis aí um exemplo que muitos podem dizer: "É coincidência!" ou "Não tem nada a ver!", mas quando vemos diversos outros desenhos, como veremos, podemos ter a certeza de que não se trata de coincidências. Existe um objetivo dissimulado ao divulgar estas imagens. Mas isto será tratado em novo tópico.

11) "GARFIELD"
Este desenho que tem por personagem principal um gato amarelo de costumes preguiçosos e que costuma tramar as mais diversas armadilhas para o seu dono tem passado diversas mensagens para o público infantil. As crianças que se identificam com este gato acabam por se tornarem acomodadas e sem iniciativa para as obrigações. Este comportamento, na maioria das vezes, se consolida nestas crianças, tomando grandes proporções na idade adulta. Em um certo episódio chamado "The Lasagna Zone", o gato Garfield é perseguido por três jogadores de Futebol Americano que se deslocam lado a lado. O uniforme dos três jogadores são iguais, e cada um tem estampado na parte da frente da camisa o número 6. Como estão lado a lado, o número formado é 666. Mais uma vez estamos frente a este número que representa a besta na Bíblia.

12) "CHAVES"
Neste desenho, o Chaves é um personagem que mostra total desrespeito a todos os moradores da vila onde mora. Ele demonstra total insensibilidade com a questão do trato com os mais velhos e também mostra um temeramento agressivo com seus amigos. Como se não bastasse, os demais personagens também têm comportamentos distorcidos. Um tenta se esconder de seu credor, outra se apaixona por um professor, porém ambos não assumem um relacionamento verdadeiro, uma senhora é chamada de "Bruxa do 71", etc. Foi lançado um episódio no desenho do Chaves que tem por título "Cachorrinho Satanás". Incrível, mas este é o título de um desenho infantil! Neste episódio vemos por diversas vezes a conhecida "Bruxa do 71" chamando alto e em bom Tom: "-Satanás... Onde está você, Satanás. Venha aqui, Satanás...". Logo depois, começam a surgir vária imagens, tais como o "Seu Madruga" como Diabo, a "Bruxa do 71" evocando satanás, etc.
Fruto deste desenho ocorreu o seguinte: Certa vez, uma menina de 5 anos filha de um casal evangélico, chegou ao seu pai e disse: Papai, satanás é bonzinho, né? O pai ao ouvir isto de sua filha, a repreendeu e a orientou sobre quem ela estava falando. A menina começou a chorar dizendo que satanás era realmente bonzinho. O pai, intrigado, foi procurar entre seus brinquedos, alguma coisa que tivesse ligação com o que sua filha lhe falara. Finalmente encontrou: era um DVD do Chaves que tinha este episódio. Nele a "Bruxa do 71" possui um cachorrinho (realmente bonzinho, no desenho) cujo nome era satanás. Este cachorrinho se perde e ela, a bruxa, passa a procurá-lo, chamando pelo seu nome.

12) "A TURMA DO PICA-PAU"
O Pica-pau, um dos personagens mais antigos que ainda é exibido, tem colaborado para a formação comportamental de muitas pessoas. Como todos já sabem, este personagem influencia as mentes infantis com as suas atitudes melévolas, mal-educadas e, como são exibidas atualmente, demoníacamente inspiradas.
Existe um episódio que tem por título: "O Afanador de Gasolina". O Pica-pau ensina às crianças uma maneira de furtar gasolina, e em dado momento ele vê uma placa que diz: "(...) Essa viagem é realmente necessária?" ao que ele responde: "-Claro que é necessária, EU SOU UM DIABO NECESSÁRIO!". Neste momento seu semblante muda (conforme figura) e ele passa a se parecer com um demônio. Tudo isto só neste episódio!
No episódio "Pica-Pau, Seu Melhor Duende", o Pica-pau estava lamentando por estar cheio de contas e dizia bem alto: "-Como eu queria ser rico!". Neste momento ele é "visitado" por um duende que tem a sua aparência, porém é menor e de cor verde. Este duende começa a rodopiar na sua frente fazendo sinais satânicos com as mãos e lhe oferece uma série de poderes, mas que na realidade, acaba o colocando em várias enrascadas. Mais a frente, quando o Pica-pau se cansa dele, o manda para o inferno. Quando o duende chega ao inferno e encontra com o diabo, este lhe diz, sob gargalhadas: Finalmente você voltou para onde saiu! Desta forma podemos concluir que o duende era um demônio que acompanhava o Pica-pau, lhe proporcionando falsos poderes.

13) "A TURMA DA MÔNICA"
Em um recorte de revista, foi exibido um quadro que visava despertar a sensualidade infantil. Observe nesta página, o último quadro. Observe que o lugar onde Horácio passou a noite foi exatamente em um dos seios da mulher que se encontra deitada. Esta mulher é formada pela cadeia de montanhas que existe ao fundo. Lembrem-se que este tipo de revista é lido pelo público infantil, cuja idade gira em torno de 11 e 12 anos.
Em outra revista, foi ensinado às crianças como se deve proceder para fazer uma evocação satânica e realizar um pacto com o diabo. A propósito, o título era "Pacto com o Diabo I", significando que teriam os Pactos II, III, etc.
Em mais outra, vemos a Mônica e Cebolinha assistindo a uma evocação ao deus das moscas. Vale lembrar que o deus das moscas é o próprio Beuzebu ou Baal Zebub. Vejam e tirem suas próprias conclusões. Diversas são as revistas da Turma da Mônica que trazem mensagens subliminares nas sua histórias. Estas mensagens evidenciam o cascão como um menino que sente prazer por viver na sujeira e tem total aversão à água, o cebolinha com um defeito de dicção, induzindo as crianças a imitá-lo (e quem sabe adquirir tal doença por osmose), a Magali, com sua gula exacerbada e a própria Mônica, complexada por seus sinais particulares ("baixinha", "gordinha" e "dentuça", como a tratam), desenvolvendo a baixa-estima daquelas meninas que com ela se identifica. Isso sem falar em personagens como Franjinha, um menino de bom poder aquisitivo, que esnoba os demais, Penadinho, um fantasma que ronda os cemitérios assustando a todos, Rolo, um hippie que leva a vida de maneira irresponsável. Afinal, para que servem estes modelos de comportamento e crença? Pensem nisto!
Em outra revista, desta vez da "MAGALI", logo na capa, pode-se ver algumas mensagens subliminares. Observe que Magali está puxando um menino. Logo acima dela vê-se: "www.RadioResgateRM.com". Até aí, nada de mais. Mas, observe aos pés de Magali. Está escrito: "Nesta edição: REENCARNAÇÃO"!
Agora sim, podemos entender que Magali resgatou aquele menino, sendo que ele foi REENCARNADO! Logo, o endereço eletrônico cujo nome é "RadioResgate", significa que pode-se resgatar alguém já morto. Observe como o ocultismo está sendo inserido nas mentes das crianças! Estão claros a presença dos princípios espíritas nesta revista.
E como se não bastasse, observe os objetos que estão um de cada lado da Magali: São DUAS ESTRELAS DE CINCO PONTAS INVERTIDAS! Para os que não conhecem, a estrela de cinco pontas (ou Pentagrama) invertido, ou seja, com uma ponta para baixo e duas para cima, no satanismo, representa o trono de satanás estabelecido na Terra. Ainda, a imagem de satanás, representada por um bode, é desenhada, tomando-se por base, as cinco pontas do pentagrama. Observe a figura ao lado.

14) "BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES"
Este desenho, um dos primeiros a ser lançado pela Disney, é um clássico que todos conhecem, seja de qual idade for. Marcou a infância de muitas pessoas e muitas delas dormiram ouvindo seus pais contando estas histórias. Porém, àquela época, os pais não tinham os recursos que hoje existem para que se possa observar as imagens do desenho.
Aqui você tem a oportunidade de ver as imagens que se formam no espelho da bruxa quando ela faz a evocação ao "espírito do espelho", para que ele venha das trevas para satisfazer os desejos. Observe as figuras que surgem entre as fumaças e entre as chamas. Existe um momento que a bruxa, por inveja, ordena que um caçador mate Branca de Neve. Quando este vai cumprir a ordem e encontra Branca de Neve, ela procurando se defender, cruza os braços sobre o rosto, fazendo com as mãos aquele sinal satânico.

15) "CAMINHO PARA O EL DORADO"
Neste desenho, lançado mais recentemente, pôde ser observado que em determinado momento existe uma cena que simula uma relação sexual entre um casal de personagens. Levando-se em consideração que o público alvo é composto por crianças de, pelo menos, 10 anos, podemos ver que existe a intenção de despertá-las para a sexualidade cedo.

16) "DRAGON BALL Z"
Neste desenho podemos ver um "show" de mensagens subliminares. Elas são tantas que pode-se chegar a suspeitar que todos os produtores destes desenhos são satanistas. Algumas mensagens são muito sutis, mas outras são bem transparentes. Tem mensagem tão bem elaborada que deixa bem claro o grau de conhecimento que os produtores do desenho têm da Bíblia. Veremos abaixo alguns exemplos:
Em certo episódio, é ensinado às crianças como cometerem suicídio! Após vários personagens passarem uma arma de mão em mão, numa "brincadeira" conhecida por "Roleta Russa", quando, a arma é municiada com um cartucho e cada um dos componentes dispara contra a própria cabeça, até que arma disparem contra o "azarado". É uma prática comum entre criminosos..
Já em outro desenho do Dragon Ball Z, aparece um personagem, herói da série, e muito aclamado, tanto pelos personagens quanto pelas crianças que assistem o desenho, cujo nome é Mr. Satã!. No desenho, ele é respeitado por uma força que não possui, mas mostra ter através de mentiras e simulações. Na realidade, fica claro nos desenhos que ele é covarde, mas mesmo assim todos o adoram. Por diversas vezes seus admiradores ficam gritando bem alto "Satã, Satã, Satã...", o que também é repetido pelas crianças em casa. Este personagem possui um veículo, e na lataria aparece o número "666" visivelmente.

17) "SAILOR MOON"
Traduzido como Graciosa Guerreira Marinheira da Lua ou Linda Guerreira Sailor Moon e conhecido como Navegante da Lua. Em Tóquio, a personagem principal é uma garota chorona e comilona. Certo dia, no caminho para a escola, ela encontra um grupo de garotos batendo em uma menina de rua. Ela salva a menina que, para sua surpresa, conta-lhe que há muito tempo, havia na Lua um reino próspero conhecido como Milênio de Prata onde viviam a Princesa Serenity e suas defensoras, chamadas "Sailors Scouts". Esta princesa apaixonou-se pelo príncipe da Terra, Endymion, e então seus problemas começaram, pois uma rainha era loucamente apaixonada por ele. Tomada pela energia negativa, Beryl invadiu a Lua e acabou derrotando todas as "Scouts" e a rainha da Lua, que antes de morrer, enviou seus guerreiros (Luna e Artêmis) para a Terra em busca de suas reencarnações. Luna encontrou Usagi que é a reencarnação de uma das guerreiras do reino lunar e lhe deu um cristal mágico, chamado Cristal de Prata, com o qual ela pode se transformar em Sailor Moon ao dizer as palavras certas. Agora ela precisa encontrar a reencarnação da Princesa Serenity, filha da rainha da Lua, e as outras guerreiras.

II. ESTUDO DO BID RELACIONA NOVELAS A DIVÓRCIOS NO BRASIL
(Na pesquisa, foi feito um cruzamento de informações extraídas de censos e dados sobre a expansão da Globo. )
Um estudo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) sugere uma ligação entre as populares novelas da TV Globo e um aumento no número de divórcios no Brasil nas últimas décadas.
Na pesquisa, foi feito um cruzamento de informações extraídas de censos nos anos 70, 80 e 90 e dados sobre a expansão do sinal da Globo - cujas novelas chegavam a 98% dos municípios do país na década de 90. Segundo os autores do estudo, Alberto Chong e Eliana La Ferrara, "a parcela de mulheres que se separaram ou se divorciaram aumenta significativamente depois que o sinal da Globo se torna disponível" nas cidades do país.
Além disso, a pesquisa descobriu que esse efeito é mais forte em municípios menores, onde o sinal é captado por uma parcela mais alta da população local. Os resultados sugerem que essas áreas apresentaram um aumento de 0,1 a 0,2 ponto percentual na porcentagem de mulheres de 15 a 49 anos que são divorciadas ou separadas. "O aumento é pequeno, mas estatisticamente significativo", afirmou Chong.
Os pesquisadores vão além e dizem que o impacto é comparável ao de um aumento em seis vezes no nível de instrução de uma mulher. A porcentagem de mulheres divorciadas cresce com a escolaridade. O enredo das novelas freqüentemente inclui críticas a valores tradicionais e, desde os anos 60, uma porcentagem significativa das personagens femininas não reflete os papéis tradicionais de comportamento reservados às mulheres na sociedade. Foram analisadas 115 novelas transmitidas pela Globo entre 1965 e 1999. Nelas, 62% das principais personagens femininas não tinham filhos e 26% eram infiéis a seus parceiros.
Nas últimas décadas, a taxa de divórcios aumentou muito no Brasil, apesar do estigma associado às separações. Isso, segundo os pesquisadores, torna o país um "caso interessante de estudo". Segundo dados divulgados pela ONU, os divórcios pularam de 3,3 para cada 100 casamentos em 1984 para 17,7 em 2002. "A exposição a estilos de vida modernos mostrados na TV, a funções desempenhadas por mulheres emancipadas e a uma crítica aos valores tradicionais mostrou estar associada aos aumentos nas frações de mulheres separadas e divorciadas nas áreas municipais brasileiras", diz a pesquisa. (BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC)

 

BIBLIOGRAFIA:

http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,estudo-do-bid-relaciona-novelas-a-divorcios-no-brasil

http://bereiano.wordpress.com/2009/07/22/visao-revisao-e-reflexao-sobre-a-televisao

http://wp.clicrbs.com.br/noveleiros/2010/04/20/o-espiritismo-nas-novelas

http://estudossubliminares.blogspot.com/2009/03/mensagens-subliminares-em-desenhos
Televisão, babá eletrônica (Marco Antonio Ripari)

sábado, 15 de janeiro de 2011

HAMARTIOLOGIA, A DOUTRINA DO PECADO


Introdução: São várias as definições de pecado apresentadas pelos teólogos, e dentre elas destacamos uma que vai servir de ponto de partida para o estudo desta matéria. Pecado é a falta de conformidade para com a lei moral de Deus, seja por ato, disposição ou estado (Dr A.H. Strong)

I. DEFINIDO O TERMO.
Pecado não é meramente um ato como alguma coisa estranha ao ser, é também uma qualidade do ser. Não há pecado se não existir pecador. Pecado, portanto é um estado da vontade egoísta que assim se manifesta:
  • Sensualidade ou mau moral como herança do homem devido aos selvagens e brutos ancestrais. (Shleiemacher/ Rothe)
  • Finidade (limitação) do ser finito homem. Incidem do desenvolvimento imperfeito, o fruto da ignorância e impotência, um elemento na educação humana e um meio do progresso (Leibnitz/ Espinoza)
  • Egoísmo, não querendo dizer simplesmente o exagerado amor próprio que constitui a antítese do Supremo Deus.
O amor de Deus é a essência de toda a virtude. O oposto a isto é a escolha do ego como supremo fim, podendo se constituir a essência do pecado, de sorte que todas as diferentes formas de pecado podem mostrar suas raízes no egoísmo.

II. UNIVERSALIDADE DO PECADO.
O pecado é um estado de vontade egoísta e universal. Ele é uma violação consciente da lei divina tendo como aspecto principal sua tendência para o mal. Assim podemos afirmar que cada ser humano que tem chegado a consciência moral, tem cometido atos, ou nutrido disposições contrárias a lei de Deus.
1Rs 8.46; Sl 143.2; Pv 20.9; Ec 7.20; Rm 3.10,12,19,20,23; Gl 3.22; Tg 3.2.

1. PROVAS DA HISTÓRIA – A história testifica a universalidade do pecado nos seus registros da universal prevalência do sacerdócio e do sacrifício. Cada homem reconhece a sua insuficiência de perfeição moral e o homem tem a mesma insuficiência e isto é expresso em algumas frases:
  • Nenhum homem é perfeito
  • Todo homem tem seu lado fraco
  • Cada homem tem seu preço
2. PROVAS DA EXPERIÊNCIA CRISTÃ.
Na proporção do seu progresso espiritual o cristão reconhece uma disposição para o mal em si mesmo, e só pela graça divina pode germinar e produzir as mais variadas formas de evitar a transgressão. Sl 51.5; Ef 2.3. Cada membro da raça humana, sem exceção, possui uma natureza corrompida, que é uma fonte de pecado. Esta natureza é culpável e condenável já que a ira de Deus permanece sobre aqueles que a merecem. Todos homens participam desta natureza e conseqüentemente culpados e condenados.

III. ORIGEM DO PECADO.
As Escrituras se referem a origem do pecado ao ato livre de nossos primeiros pais pelo que eles se afastaram de Deus, corromperam-se a si mesmo e trouxeram sobre si mesmo a penalidade da lei. Gn 3.1-7

1. CONSEQUÊNCIA DA QUEDA.
a) MORTE. Esta morte é vista sobre dois aspectos.
  • MORTE FÍSICA. Ou separação da alma do corpo. A semente da morte naturalmente implantada na constituição do homem começou a se desenvolver em si mesma no momento em que o acesso a arvore da vida foi negado ao homem. Daquele momento em diante o homem era sujeito a morte agora com um sentido punitivo.
  • MORTE ESPIRITUAL. Ou separação da alma de Deus. Nisto podemos incluir a perda do brilho da semelhança moral de Deus no homem. Também a depravação de todos os poderes integrantes da personalidade humana. Em outras palavras, a cegueira do seu intelecto, a corrupção de suas emoções e a escravidão de sua vontade. Procurando ser um deus, o homem se tornou um escravo. Procurando independência, deixou de ser dono de si mesmo. 
b) EXCLUSÃO POSITIVA E FORMAL DA PRESENÇA DE DEUS
Isto significa: O término do relacionamento familiar com Deus e a colocação de barreiras entre o homem e seu criador. O banimento do Jardim do Éden – Onde Deus tinha especialmente manifestado a sua presença.

c) IMPUTAÇÃO DO PECADO DE ADÃO A SUA POSTERIDADE. 
Uma vez que todos os homens são pecadores e que por natureza, todos são depravados, culpados e condenáveis, e que a condenação de nossos primeiros pais, até onde se refere a raça humana era o primeiro pecado, podemos considerar uma conexão entre pecado de Adão e depravação, culpa e condenação da raça humana. Rm 5.16,19. porem nenhum ser humano será condenado somente pelo pecado original, porque a expiação de Cristo cobriu a culpa deste pecado.

IV. LIBERTAÇÃO DO PECADO.

Só através do Senhor Jesus alcançaremos o perdão dos pecados, e teremos uma nova oportunidade de voltar nossa comunhão com Deus. O remédio para o pecado é o que Jesus fez na cruz do Calvário, libertando assim a graça salvadora de Deus. Jo 17.15; 7.37-39
BIBLIOGRAFIA. (não anotada)

SOTERIOLOGIA, A DOUTRINA DA SALVAÇÃO


INTRODUÇÃO: Soteriologia é a união entre dois termos gregos "Soteria" que significa "Salvação" e "logia" que significa "Estudo ou tratado". Portanto, Soteriologia é o "Estudo ou Tratado" a respeito da Salvação. O termo salvação incluiu: O perdão do pecado passado, a libertação do poder do pecado presente e a preservação contra inovações do pecado futuro. A salvação tem aspecto tríplice pois diz respeito ao espírito na regeneração, a alma na santificação e ao corpo na glorificação.

I. CONDIÇÃO DO HOMEM
Não poderemos compreender a Doutrina da Salvação sem conhecermos a condição do homem que dela necessita. Vejamos, pois então a condição do homem sem salvação.
1. ESCRAVO DO PECADO. Jo 8.34 – O termo escravo significa estar cativo debaixo de poder absoluto, por compra, herança ou guerra. O termo pecado significa "Transgressão a Lei Divina. As Escrituras mostram que o pecado pode ser dividido em duas classes, a saber:
  • Pecado por Comissão. É um ato que não atende uma condição imposta.
  • Pecado por Omissão. Deixar de fazer ou omitir.
2. MORTO ESPÍRITUAL. Rm 5.12 – A morte espiritual é um tanto análoga a morte física que é a separação entre o corpo e o espírito. Quando o espírito abandona o corpo, ele morre. Da mesma forma, quando o espírito se separa de Deus, ele morre.
3. SEPARADO DE DEUS. A conseqüência da queda de Adão foi a exclusão da presença de Deus. Is 59.2; Gn 3.8
II. DOIS PASSOS PARA SALVAÇÃO.
Cristo chegara ao mundo, vindo do seio do Pai. Podia descrever as glórias do céu para comover os homens, mas sua mensagem era a mesma: Arrependimento e conversão. Mt 4.17; 18.3
1. ARREPENDIMENTO – O verdadeiro arrependimento envolve a pessoa num todo, não apenas numa mudança de pensamento, mas em toda sua personalidade. Jo 3.3 – Arrependimento, portanto envolve:
  • INTELECTO – Uma mudança na maneira de pensarmos em Deus, em nossos pecados e nas coisas espirituais e eternas.
  • SENSIBILIDADE – O prazer, alegria deixam de fixar-se nas coisas terrenas para fixar-se nas espirituais. Sl 51
  • VOLIÇÃO – Através do arrependimento o homem passa a quere fazer a vontade de Deus e ser dirigido por Ele. Esta mudança na vontade do homem é, de fato, o elemento mais importante no arrependimento.
2. CONVERSÃO – Conversão é uma palavra usada para exprimir o ato de o pecador abandonar o pecado para seguir a Jesus.
III. OS TRÊS ELEMENTOS BÁSICOS PARA A SALVAÇÃO. Rm 3.24
Os elementos básicos estabelecidos para a salvação, conforme os escritos de Paulo aos Romanos são:
  1. GRAÇA. Tt 2.11 – Graça significa primeiramente, favor ou a disposição bondosa da parte de Deus. A Graça de Deus revela-se no fato de que Ele mesmo pela expiação de Cristo pagou toda apena do pecado, por conseguinte, Ele pode justamente perdoar o pecado sem levar em conta os merecimentos ou não merecimentos. Por se revelar independente das obras dos homens, a graça é conhecida como "fonte da Salvação"
  2. SANGUE. 1Jo 1.7 – Em virtude si sacrifício de Cristo na cruz do Calvário, o crente é separado para Deus, seus pecados perdoados e sua alma purificada. O sangue é conhecido como a "Base da Salvação"
  3. FÉ. Ef 2.8 – Pela fé reconhece o homem a necessidade de salvação, e pela mesma fé, ele é levado a crer em Cristo Jesus. A fé conduz o homem ao Salvador colocando a verdade na mente e Cristo no coração. A fé e, portanto, a ponte que dá passagem ao mundo espiritual, sendo ela "O meio para a Salvação."
IV. OS QUATRO ASPECTOS DA SALVAÇÃO.
1. JUSTIFICAÇÃO – Justificar é um termo judicial que significa absolver, declarar justo. Esta doutrina assim se define: Justificação é um ato da livre vontade de Deus pelo qual Ele perdoa todos os pecados e aceita como justo aos seus olhos somente por imputar a justiça de Cristo a quem o recebe pela fé. Rm 3.24,30. a justificação nos é atribuída por:
  • IMPUTAÇÃO – Imputar é atribuir a alguém a responsabilidade pelos atos de outrem. Jesus assumiu nossos pecados e Deus permitiu que Ele pagasse nosso débito. Rm 4.6
  • SUBSTITUIÇÃO – Como nosso substituto, Cristo ganhou esta justiça para nós, morrendo em nosso lugar. Gl 3.13
  • JUSTIÇA DE CRISTO – Esta justiça foi adquirida pela morte expiatória de Cristo, um ato perfeito que satisfez a lei de Deus. 1Co 1.30
2. REGENERAÇÃO – Regenerar significa restaurar o que estava destruído. Trata-se de uma mudança radical operado pelo Espírito Santo na alma do homem atingindo todas as suas faculdades como intelecto, vontade e sensibilidade. 2Co 5.17. A Bíblia descreve a regeneração como:
  • NASCIMENTO. Jo 3.3 – Uma pessoa para pertencer a aliança feita a Israel e gozar de todos os seus direitos, precisava somente nascer de pais judaicos. Para pertencer ao reino do Messias, contudo, uma pessoa precisa nascer de novo. Ez 36.26
  • VIVIFICAÇÃO. Jo 10.10 – A essência da regeneração é uma nova vida concedida por Deus, mediante Jesus e pela operação do Espírito Santo. Viver é estar com vida, vivificar é dar vida, portanto, vivificar é o ato ou ação de viver, usufruir a vida espiritual que Deus concedeu.
  • PURIFICAÇÃO. Tt 3.5 – A alma foi lavada completamente das imundícies de outrora
3. SANTIFICAÇÃO – Santificar é tornar sagrado, separar, consagrar, fazer santo. Portanto santificação representa estar separado de tudo quanto seja terreno e humano (1Pe 3.11), estar dedicado a Deus no sentido de ser sua propriedade (Rm 12.1). Santificação, pois é um processo, o crente precisa progredir em santificação (2Co 7.1). Os meios da santificação são:
  • O SANGUE DE CRISTO. 1Jo 1.7
  • O ESPÍRITO SANTO. Fm 1.6
  • A PALAVRA DE DEUS. Jo 17.17
4. GLORIFICAÇÃO – Glorificação é o futuro recebimento de absoluta e definitiva perfeição por todos os crentes. É a adoção completada do crente, a sua salvação final. Acontecerá somente no Arrebatamento da Igreja, ocasião em que nossos corpos serão transformados em corpo glorioso (Fp 3.21; 1Ts 4.13-18; 1Co 15.49).
V. SEGURANÇA DA SALVAÇÃO (PREDESTINAÇÃO)
É possível alguém que aceitou a Jesus, cair da graça? Os que seguem a doutrina calvinista dizem que não, já os arminianos dizem que sim. Para inicio de conversa precisamos entender o termo "Predestinação" como sendo: O aspecto da pré-ordenação de Deus, através do qual a salvação do crente é considerada efetuada de acordo com a vontade de Deus, que o chamou e o elegeu em Cristo, para a vida eterna, sendo a sua aceitação VOLUNTÁRIA, da pessoa e do sacrifício de Cristo, uma CONSEQUÊNCIA desta eleição e do trabalho do Espírito Santo, que efetiva esta eleição, tocando em seu coração e abrindo-lhe os olhos para as coisas espirituais. A fonte é a Soberana Vontade de Deus. Jo 6.37,44, 65; Ef 1.4, 5 e 11; Rm 9.11, 16). Sua causa, a misericórdia infinita e a manifestação de sua glória. Rm 9.23; 11.33; Ef 1.6 e Jo 3.16). Os Objetos da Predestinação são as pessoas pecadoras. Jo 1.12,13; 5.21; 6.65; 10.26 e 27; 12.37-41; 15.16; 17.6-8

1. CALVINISMO – João Calvino construiu uma teologia que tem por base a soberania de Deus, e olha a eleição sempre do ponto de vista de Deus, descartando a possibilidade da escolha humana. A doutrina calvinista pode ser definida em três palavras: Absoluta, já que não está condicionada a nenhuma contingência finita. Particular, pertence a indivíduos, não a grupos. Dupla, Deus para o louvor da sua misericórdia elegeu uns para a vida eterna, e para o louvor da sua justiça, outros para a perdição eterna. Portanto para o calvinismo a segurança da salvação depende do decreto eterno de Deus. O presbiterianismo aprovou os cinco pontos calvinistas:
  • Depravação Total. Todos os seres humanos nascem totalmente depravados incapazes de se salvar ou de escolher o bem em questões espirituais
  • Eleição Incondicional. Deus escolheu dentre todos os seres humanos decaídos um grande número de pecadores por graça pura, sem levar em conta qualquer mérito, fé ou obra prevista neles
  • Expiação Limitada. Jesus Cristo morreu na cruz para para o preço de resgate somente para os eleitos.
  • Graça Irresistível. A Graça de Deus é irresistível para os eleitos. O Espírito Santo acaba convencendo e infundindo a fé salvadora neles.
  • Perseverança dos Santos. Todos os eleitos vão perseverar na fé até o fim e chegar ao céu, nenhum perderá a salvação.
2. ARMINIANISMO – Jacó Armínio defendia parte de uma perspectiva diferente de João Calvino, entre as quais podemos citar:
  • Capacidade humana e liberdade de escolha. Todos os homens ainda que pecadores são livres para aceitar ou recusar a salvação que Deus oferece.
  • Eleição Condicional. Deus elegeu os homens que previu que teriam fé em Cristo.
  • Expiação Ilimitada. Cristo morreu por todos...
  • Graça Resistível. Os homens podem resistir a graça para não serem salvos
  • Decair da Graça. Os salvos podem perder a salvação caso não perseverem até o fim.
CONCLUSÃO:
  • Todos nós estamos afastados de Deus por causa do pecado.
    Is 59.1-5; Rm 3.9-20; 5.12-21; 7.14-25; Ec 7.20
  • Deus sempre buscou relacionamento mais próximo com o homem.
    Ex 19.3-8; Jr 31.31-34; Is 54. 1-10; 1Pe 1.1-10; 1Jo 3.1-10
  • Deus pessoalmente fez contato com homem ao enviar seu Filho Jesus.
    Cl 1.15-23; Rm 5.1-11; 1Pe 2.9-25; Jo 3.1-21; 2Tm 1.3-14; Ef 2.1-10
  • O perdão de Deus, através de seu Filho Jesus está ao alcance de todos.
    Sl 51.1-17; 1Jo 1.5-10; Sl 32; Rm 20.20-28; 8.31-39; 10.5-15
  • Vivemos uma nova vida em Cristo quando vivemos como Ele viveu.
    Rm 6.1-4; 12.1-21; Mt 20.20-28; Ef 4.17-32; Gl 5.16-26; 1Jo 4.7-21
Bibiografia: (não anotada)

A NOIVA DE CRISTO

Texto Básico: Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, ataviada como noiva adornada para o se...