segunda-feira, 4 de julho de 2016

Aproximados pelo sangue de Cristo

APROXIMADOS PELO SANGUE DE CRISTO.
Lição 4 -  CARTA AOS EFÉSIOS
(Culto de Estudo da Palvra)
Dia. 04/07/2016

Texto Básico: Ef 2.6-13 e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça, pela sua bondade para conosco em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie. Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas. Portanto, lembrai-vos que outrora vós, gentios na carne, chamam circuncisão, feita pela mão dos homens, estáveis naquele tempo sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos aos pactos da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.

Introdução: O assunto principal na Carta aos Efésios, neste momento, passa a ser, a salvação pela graça. “pela graça sois salvos" Ef 2.1-10. Graça, pode ser entendida como o Dom através do qual, Deus estende Sua misericórdia e bondade e salva a todas as pessoas que se aproximam Dele, pelo Sacrifício e entrega de Cristo Jesus na Cruz do Calvário. A graça permite  que Deus confronte a indiferença e a rebelião humana com Sua capacidade ilimitada de perdoar e abençoar . 

A doutrina da Graça encontra-se presente no pensamento tanto do VT, quanto do NT. Entretanto, no VT, tal doutrina apenas antecipa e prepara a expressão para uma completa revelação no NT. Aqueles que teimam em permanecer no pecado, segundo escreve o apóstolo Paulo, andam "segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar". Daí, vem o castigo como consequência, e ao longo da história, este castigo sempre tem sido a morte (Gn 2.17; Rm 6.2). O pecado separa o homem de Deus (Is 59.1,2), tornando-o incapaz de escapar de tal sentença. 

I.  CRISTO, A GRAÇA SALVADORA DE DEUS. 


Ef 3:6 a saber, que os gentios são co-herdeiros e membros do mesmo corpo e co-participantes da promessa em Cristo Jesus por meio do evangelho;
Deus, por sua infinita misericórdia, e para nós poupar da morte merecida pela consequência de nossos pecados, enviou Seu Filho Jesus para morrer em nosso lugar (morte expiatória). Ef 2:5 estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos). 
Neste ato de bondade de Deus, evidencia-se Sua misericórdia para com a humanidade vencida pelo pecado. Deus manifesta Seu amor, perdão, proteção, e auxílio, e ainda coloca o homem em condições de ter nossas súplicas atendidas por Ele. (Êx 20.6; Nm 14.19; Sl 4.1). Esta disposição divina se manifestou desde a criação do mundo, e segue até o final dos tempos (Sl 136; Lc 1.50). 

DEFINIÇÃO DO TERMO.
A graça é o que podemos definir como sendo:
➡ O amor de Deus que salva as pessoas e as conservam unidas a Pessoa de Deus. Tt 2.11 Porque a graça de Deus se manifestou, trazendo salvação a todos os homens.  
➡ A soma das bênçãos que uma pessoa, sem merecer, recebe em vista da misericórdia divina. Rm 6.1,2 Portanto, o que vamos dizer? Será que devemos continuar vivendo no pecado para que a graça de Deus aumente ainda mais? É claro que não! Nós já morremos para o pecado; então como podemos continuar vivendo nele?
➡ A influência sustentadora de Deus que permite que a pessoa salva continue fiel e firme na fé. Rm 5.17 É verdade que, por causa de um só homem e por meio do seu pecado, a morte começou a dominar a raça humana. Mas o resultado do que foi feito por um só homem, Jesus Cristo, é muito maior! E todos aqueles que Deus aceita e que recebem como presente a sua imensa graça reinarão na nova vida, por meio de Cristo.

Paulo enfatiza ser importante estar "em Cristo" para receber a graça de Deus. "Porque pela graça sois salvos, mediante a fé" (Ef 2:8). Pois a obediência a Pessoa do Senhor Jesus é Cristo é requisito primordial para a recepção da Graça Salvadora. (Tt 2:11-15). Obediência tem a ver em não andar acordo com as obras que desejamos fazer, mas de acordo com as "boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (2:10). É nas Escrituras que aprendemos sobre estas "boas obras" que Cristo criou para nós (2Tm 3:16-17). Se desejamos receber a graça de Deus que está "em Cristo", precisamos obedecer fielmente aos mandamentos de Dele.

II. CRISTO A NOSSA PAZ. Ef 2.11-18
Houve um tempo em que somente a nação de Israel, de acordo com a Lei de Moisés, tinham acesso à presença de Deus em seu templo, em Jerusalém. Os estrangeiros e os "imundos" tinham que ficar fora dos muros do templo. v12 "separados da comunidade de Israel e estranhos às alianças da promessa" Mas Deus, em Cristo, providenciou um meio de aproximação entre estes povos.  v13 "em Cristo Jesus...fostes aproximados". Deus aproximou as pessoas de dois modos importantes.

➡ Primeiro, ele reuniu judeus e gentios um ao outro através do Sacrifício de Cristo na cruz. v16 Pela sua morte na cruz, Cristo destruiu a inimizade que havia entre os dois povo e os levou de volta para Deus. Através do sacrifício na Cruz. Cristo uniu em um só corpo ambos os povos, conduzindo-o de volta para Deus.
➡ Segundo, Cristo nos aproximou de Deus, dando-nos acesso ao Pai por meio do Espírito Santo. É por meio de Cristo que todos nós, judeus e não-judeus, podemos ir, pelo poder de um só Espírito, até a presença do Pai.

Em Cristo, não há mais separação entre Deus, suas promessas e seu povo. Assim, estamos unidos em Cristo, reconciliados com Deus e formando um só povo com Ele. Através desta união, passamos a gozar de uma paz que não significa apenas ausência de guerra, inimizade ou brigas, mas inclui também tranquilidade, segurança, saúde, prosperidade e bem-estar material e espiritual. Ele acabou com a lei, juntamente com os seus mandamentos e regulamentos; e dos dois povos formou um só povo, novo e unido com ele. Foi assim que ele trouxe a paz. v15

III. RESULTADO DE UMA VIDA COM CRISTO. 
“Vocês são como um edifício e estão construídos sobre o alicerce que os apóstolos e os profetas colocaram. E a pedra fundamental desse edifício é o próprio Cristo Jesus.” Ef 2:20

O Edifício de Deus. (2:19-22).

Agora, em Cristo, fomos reunidos como uma família, e Nele estamos sendo edificados um edifício espiritual para Deus, fundados no ensinamento dos "apóstolos e profetas", e seguindo o modelo de Cristo, "a pedra angular" (2:20). Qualquer ensinamento que não se alinhar com o ensinamento de Cristo,  de seus apóstolos e dos profetas, isto é da BÍBLIA, não faz parte dos planos para o edifício de Deus! Este edifício está sendo construído para ser um "santuário dedicado ao Senhor... para habitação de Deus no Espírito" (2:21-22). A pedra fundamental desse edifício é o próprio Cristo Jesus. Ele mantém o edifício firme e faz com que cresça como um templo dedicado ao Senhor. (2:20-21). Neste templo, todos que estão em Cristo têm acesso a Deus, no Espírito. Porque nós somos companheiros de trabalho no serviço de Deus, e vocês são o terreno no qual Deus faz o seu trabalho. Vocês são também o edifício de Deus. (1Co 3:9)




A TRADIÇÃO QUE RECEBEMOS.

Mandamo s -vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo o irmão que anda desordenadamente, e não segu...