quinta-feira, 21 de julho de 2016

COMO IMITADORES DE DEUS

IGREJA BATISTA NACIONAL VALE DAS BENÇÃOS
BACAXÁ/ SAQUAREMA
CULTO DE ESTUDO DA PALAVRA
COMO IMITADORES DE DEUS
02/08/2016
Texto Básico: Efésios 5.1-8
Vocês são filhos queridos de Deus e por isso devem ser como ele.  Que a vida de vocês seja dominada pelo amor, assim como Cristo nos amou e deu a sua vida por nós, como uma oferta de perfume agradável e como um sacrifício que agrada a Deus!  Vocês fazem parte do povo de Deus; portanto, qualquer tipo de imoralidade sexual, indecência ou cobiça não pode ser nem mesmo assunto de conversa entre vocês.  Não usem palavras indecentes, nem digam coisas tolas ou sujas, pois isso não convém a vocês. Pelo contrário, digam palavras de gratidão a Deus.  Fiquem certos disto: jamais receberá uma parte no Reino de Cristo e de Deus qualquer pessoa que seja imoral, indecente ou cobiçosa (pois a cobiça é um tipo de idolatria).  Não deixem que ninguém engane vocês com conversas tolas, pois é por causa dessas coisas que o castigo de Deus cairá sobre os que não obedecem a ele.  Portanto, não tenham nada a ver com esse tipo de gente.  Antigamente vocês mesmos viviam na escuridão; mas, agora que pertencem ao Senhor, vocês estão na luz. Por isso vivam como pessoas que pertencem à luz,

Introdução: Paulo veio ensinado ao longo da Epístola aos Efésios diversos assuntos que se mostraram de vital importância para aquela igreja. Estes ensinos assumiram um lugar de importância também para a Igreja de Hoje. Ele destaca nesta carta o serviço cristão, a vida de dedicação e a necessidade do crente entregar a sua vida por inteiro a Deus. Agora, Paulo passa a incentivar os crentes de Efésios a algumas aplicações pessoais e específicas.

Meus irmãos continuem a ser meus imitadores. E olhem com atenção também os que vivem de acordo com o exemplo que temos dado a vocês. Fp 3.17. Paulo tinha, melhor do que ninguém condições de escrever sobre o assunto, pois viveu uma vida de extrema dedicação ao lado de Deus. Paulo por sua coragem, foi capaz de suportar terríveis perseguições por amor a Deus e a igreja.

  • “Eu me alegro também com as fraquezas, os insultos, os sofrimentos, as perseguições e as dificuldades pelos quais passo por causa de Cristo. Porque, quando perco toda a minha força, então tenho a força de Cristo em mim.” 2Co 12:10
  •   “as minhas perseguições e os meus sofrimentos. Você sabe tudo o que me aconteceu nas cidades de Antioquia, de Icônio e de Listra. Que terríveis perseguições eu sofri! Porém o Senhor me livrou de todas elas.” 2Tm 3:11


I. IMITADORES DE DEUS (4:25 - 5:2).
“Vocês são filhos queridos de Deus e por isso devem ser como ele.” (Ef 5:1)
Imitar é o mesmo que reproduzir à semelhança, copiar. Nesta altura da Epístola aos Efésios, Paulo vai nos mostrar que nós cristãos, temos condições de ter o Senhor Jesus para nosso modelo. Paulo não está falando em reproduzir um estilo tipo as mesmas vestimentas, o cabelo crescido. Muito menos agir com hipocrisia demonstrando uma falsa aparência. A ideia de Paulo é demonstrar que no arrependimento verdadeiro não somente paramos de praticar as coisas erradas, mas temos um comportamento novo e diferente. Quem está unido com Cristo é uma nova pessoa; acabou-se o que era velho, e já chegou o que é novo.(2Co 5:17. O que Paulo tenta nos fazer entender é que não temos de vivermos um vazio espiritual quando os atos errados são removidos, atos bons precisam tomar o lugar deles

  • Quando paramos de mentir, temos que falar a verdade. Por isso não mintam mais. Que cada um diga a verdade para o seu irmão na fé, pois todos nós somos membros do corpo de Cristo!  (4:25)
  • Quando abandonamos a ira, procuramos a reconciliação e não a vingança. Se vocês ficarem com raiva, não deixem que isso faça com que pequem e não fiquem o dia inteiro com raiva.  (4:26)
  • Quando paramos de furtar, começamos a trabalhar para dar aos outros. Quem roubava que não roube mais, porém comece a trabalhar a fim de viver honestamente e poder ajudar os pobres.  (4:28)
  • Ao invés de usar linguagem obscena, falamos o que edifica e transmite graça. Não digam palavras que fazem mal aos outros, mas usem apenas palavras boas, que ajudam os outros a crescer na fé e a conseguir o que necessitam, para que as coisas que vocês dizem façam bem aos que ouvem. (4:29)
  • Deixamos as coisas más que entristecem o Espírito Santo e agimos com compaixão e perdão, como Deus mesmo faz. E não façam com que o Espírito Santo de Deus fique triste. Pois o Espírito é a marca de propriedade de Deus colocada em vocês... Abandonem toda amargura, todo ódio e toda raiva. Nada de gritarias, insultos e maldades!  Pelo contrário, sejam bons e atenciosos uns para com os outros. E perdoem uns aos outros, assim como Deus, por meio de Cristo, perdoou vocês. (4:30,31,32)
  • Quando deixamos de andar como filhos de Satanás, temos que começar a andar como filhos amados de Deus, observando e imitando nosso Pai e nos entregando como Cristo o fez. Que a vida de vocês seja dominada pelo amor, assim como Cristo nos amou e deu a sua vida por nós, como uma oferta de perfume agradável e como um sacrifício que agrada a Deus!  (5:2)

Sempre correremos risco ou perigo quando resolvemos ficar imitando pessoas erradas. O que Paulo quis dizer ao utilizar o termo imitação foi que na vida cristã sempre haverá uma necessidade de procurar viver de modo semelhante a alguém que tenha credenciais para ser imitado. Por isso a preocupação do Apóstolo em alertar a igreja. Se temos que imitar alguém, então porque não começar imitando o estilo de vida do Apóstolo Paulo? Ele se colocou na brecha e nos deixou como ensino um modo de vida exemplar. Efe 2.10 Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas.

II. “PROVANDO SEMPRE..." (5:3-14).
“Antigamente vocês mesmos viviam na escuridão; mas, agora que pertencem ao Senhor, vocês estão na luz. Por isso vivam como pessoas que pertencem à luz,” (5:8).
A vida de Deus é uma vida de absoluta pureza e santidade. (1Pe 1.14-16). Os Filhos de Deus que não aprendem a deixar a impureza para praticar a justiça demonstram não ter aprendido a lição ensinada pelo Aposto Paulo. Ele mesmo enfatiza que os desobedientes não terão nenhuma herança no reino de Deus. Ef 2:3 entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como também os demais.

O reino de Deus não aparece em nenhum mapa ou GPS. Mas acima de qualquer coisa ele é um lugar real. O Reino de Deus é um lugar onde a vontade de Deus é realizada inteiramente. Um lugar perfeito e repleto de muita paz. Deus trouxe o seu reino a luz quando enviou Seu Filho ao mundo curando os doentes e ressuscitando os mortos. Nós o veremos e entenderemos o  reino quando o Senhor Jesus, o Filho de Deus e Senhor deste Reino, vier novamente de maneira gloriosa. Seu Reino durará para sempre. Os verdadeiros filhos de Deus procuram não participarem das obras de desobediência e das trevas, procuram andar como filhos da luz. Andar como filhos da luz, significa dizer "provando sempre o que é agradável ao Senhor" (5.10).
O apóstolo Paulo nos ensina a não seguirmos os nossos próprios desejos fazendo o que “achamos” ser agradável. Se queremos agradar ao Senhor, podemos começar lendo, estudando a Sua Palavra. Nossa única "prova" do que agradamos ao Senhor é fazendo o que para Ele é agradável. E, se vocês lerem o que escrevi, poderão saber como entendo o segredo de Cristo. 3.4. A prática da Palavra revelada é em todos os sentidos o efeito de andarmos na luz de Cristo. Se aplicamos a Palavra de Deus a nossa vida, deixamos a luz brilhar em nós, despertando outros da escuridão do pecado (5:11-14).

III. "VEDE COMO ANDAIS" (5:15-21).
“Portanto, prestem atenção na sua maneira de viver. Não vivam como os ignorantes, mas como os sábios.” (5:15)
Se já sabemos o que agrada ao Senhor, cabe nós procurar de todos os meios andar de acordo com esse entendimento. O nosso tempo pode ser dedicado a Ele (5:15-16). Gastamos muito tempo e energia fazendo obras que Deus não autorizou, ao invés de procurar compreender e praticar a vontade dele. Não ajam como pessoas sem juízo, mas procurem entender o que o Senhor quer que vocês façam. (5.17). Se em nosso tempo "servirmos ao Senhor" teremos vida abundante, mas se vivermos de acordo com os nossos próprios planos nos tornamos insensatos. O conselho de Paulo neste sentido é que devemos deixar as coisas carnais, isto é, as coisas que pertencem à nossa natureza humana como pensamentos e desejos em contraste com os pensamentos e desejos espirituais, que vêm de Deus. Abandonar de vez as inclinações para o pecado. Ef 5.18 E não vos embriagueis com vinho, no qual há devassidão, mas enchei-vos do Espírito. Como salvos devemos procurar as coisas espirituais (1Co 2.14-3.1; 1Pe 2.11).

Podemos começar enriquecendo o nosso “culto a Deus”. Falando uns aos outros com salmos, louvando de coração ao Senhor, e dando graças a Deus por tudo em nome de Jesus. Esta deve ser a nossa “liturgia” ou o nosso “ritual” diário. Não precisamos esperar um horário de culto para começar a cultuar a Deus, o nosso culto pode ser diário. Este estilo de vida, no entanto exige submissão, não só a Deus, mais também uns aos outros (servindo uns aos outros) no temor de Cristo (5:19-21).

(Atenção, Domingo dia 28/08 acontecerá nosso "Workshop Homilética". Inicio 08H30Min
Igreja Batista Nacional Vale das Benção em Bacaxá - Saquarema
Pr Jorge Ocaci Mendes de Paula)




PREPARANDO-SE PARA O SERMÃO

SALA DE ESTUDO Antes de começarmos a desvendar todos os mistérios concernente o preparo do sermão propriamente dito, será de ...