sábado, 25 de junho de 2016

SOTERIOGIA, A DOUTRINA DA SALVAÇÃO

Lição I
SOTERIOGIA, DEFINIÇÕES E ASPECTOS ESSÊNCIAIS. 
Texto Bíblico. Tt 2:11-15 Porque a graça de Deus se manifestou, trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos, para que, renunciando à impiedade e às paixões mundanas, vivamos no presente mundo sóbria, e justa, e piamente, aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus, que se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo todo seu, zeloso de boas obras. Fala estas coisas, exorta e repreende com toda autoridade. Ninguém te despreze.

Texto Devocional. At 4:12 E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos.

Introdução: A salvação, em uma definição bem simples e rápida, é o ato do homem libertar-se do poder e dos efeitos do pecado. O vocábulo no entanto se visto por seus termos originais, pode parecer um pouco mais complicado.
➡ Do português o termo "salvação deriva do latim "salvare" (salvar) e de "salus" (saúde, ajuda).
➡ O vocábulo é tradução do termo hebraico "yeshu'a" (largura, facilidade, segurança)
➡ No grego temos o vocábulo "sõteria" (cura, recuperação, redenção, remédio, salvação, bem estar).
Podemos dizer que "salvação" indica a ação ou o resultado de livramento ou preservação de algum perigo ou enfermidade, subentendendo segurança, saúde e prosperidade.

I. A SALVAÇÃO NA BÍBLIA E OS SEUS TERMOS NA LINGUAGEM ORIGINAL.
Nas Escrituras o termo salvação parte de seus aspectos mais físicos para uma designação de seu aspecto moral e espiritual de livramento. As porções mais antigas do AT dão ênfase a salvação como os meios em que Deus de forma individual concede a Seu povo o escape das mãos de seus inimigos, emancipado-os da escravidão e os estabelecendo numa terra de abundância. (O povo de Israel) Já nas porções posteriores, os textos vão recair numa ênfase das condições e qualidades morais e religiosas de bem-aventurança, e estendem suas amenidades além das fronteiras nacionais
(O Novo Dicionário da Bíblia, Vol-II, p,1464-5).

Em primeira instância, na linguagem original temos dois termos que foram traduzidos para o português como salvação.
➡ "sõzõ" (verbo). salvar
➡"sõtêria", (substantivo). salvação.
Ambos apontam o "salvamento" e a "libertação" no sentido de evitar algum perigo que ameaçe a vida. Podendo ocorrer na guerra ou em alto mar. Entretanto aquilo de que se recebe o livramento pode ser uma doença, e neste caso não se menciona qualquer perigo imediato mas pode significar "conservar" ou "preservar". O verbo e o substantivo podem até significar "voltar com segurança" para casa.

Na LXX (Septuaginta, ou Tradução dos Setenta), "sõzõ" traduz nada menos do que 15 verbos hebraicos diferentes. Dentre eles, os mais importantes são:
➡"yãsa", libertar/salvar, e
➡"mãlat", escapulir/escapar/salvar". 

E embora "Iahweh" empregue agentes humanos, o israelita piedoso tinha consciência do fato do livramento vir do próprio Iahweh  Sl 12:1,2 Salva-nos, Senhor, pois não existe mais o piedoso; os fiéis  desapareceram dentre os filhos dos homens Cada um fala com falsidade ao seu próximo; falam com lábios lisonjeiros e coração dobre.
Mas o conteúdo exato dessa libertação ou salvação varia de acordo com o contexto e as circunstâncias.

Sl116:12, 13 Que darei eu ao Senhor por todos os benefícios que me tem feito? Tomarei o cálice da salvação, e invocarei o nome do Senhor.
Temos na expressão "o cálice da salvação" encontrada neste texto de Salmos, quatro interpretações sugeridas por Anderson:

a) Uma libação de vinho que fazia parte da oferta de ações de graças. Nm 28.7 A oferta de libação do mesmo será a quarta parte de um him para um cordeiro; no lugar santo oferecerás a libação de bebida forte ao Senhor.
(LIBAÇÃO: Ato que consiste na aspersão  de um líquido em intenção de uma divindade)

b) Uma metáfora da libertação, e o antônimo da taça da ira de Iahweh. Is 51.17 Desperta, desperta, levanta-te, ó Jerusalém, que bebeste da mão do Senhor o cálice do seu furor; que bebeste da taça do atordoamento, e a esgotaste. 

Jr 25.15 Pois assim me disse o Senhor, o Deus de Israel: Toma da minha mão este cálice do vinho de furor, e faze que dele bebam todas as nações, às quais eu te enviar.

c) Um cálice em conexão com alguma ordem específica 
Nm 5.16-28

d) Um cálice de vinho tomado na refeição de ações de graças. Sl 23.5 Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos; unges com óleo a minha cabeça, o meu cálice transborda.

Anderson prefere a primeira dessas alternativas tendo em vista a sua associação com alguma coisa dada a Iahweh. É atraente, no entanto, a sugestão de que semelhante cálice, necessariamente, fica em contraste com o cálice da ira de Deus, e, portanto, esta ideia também pode ser presente.

No NT, o verbo "sõzõ" ocorre 106 vezes, e o substantivo "sõtêria", 45 vezes. Ambos apontam para a mesma direção:
A graça de Deus, que é a grande fonte de salvação. Ef 2:8,9 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie.
O Filho de Deus, o Salvador do Mundo. Lc 2:11 É que vos nasceu hoje, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor.

II. ASPECTOS ESSÊNCIAIS A SALVAÇÃO.
Todos nós, invariavelmente, somos carentes de salvação, e é vontade de Deus é que cada um de nós sejamos salvos. Para consecução deste plano, Deus cuidou da parte mais difícil que foi a de enviar o seu próprio Filho, o FilhoUnigênito e Amado, o Senhor Jesus Cristo. "Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna." (Jo 3.16). O único e verdadeiro caminho para a vida eterna é o Senhor Jesus, que disse: "...Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém pode chegar até o Pai a não ser por mim." (Jo 14.6). É Ele próprio que convida o pecador para receber a salvação: "Escutem! Eu estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, eu entrarei na sua casa, e nós jantaremos juntos." (Ap 3.20).
No entanto, a salvação também exige alguns passos importantes de nossa parte, a saber:

RECONHECIMENTO DE NOSSO ESTADO. Precisamos reconhecer nosso estado como pecadores, entendendo que por esta razão, estamos afastado de Deus numa situação inevitavelmente miserável. "Todos pecaram e estão afastados da presença gloriosa de Deus." (Rm 3:23).

ARREPENDIMENTO DE NOSSA CONDUTA. 
Ao reconhecermos nosso estado pecador, devemos tomar a decisão de dar meia volta e seguirmos um caminho em direção oposta ou diferente da que estávamos seguindo. "...Arrependam-se dos seus pecados porque o Reino do Céu está perto!" (Mt 3.2).

RECEBIMENTO DA SALVAÇÃO.
Receber Jesus como Senhor e Salvador, é o principal passo em direção a salvação. O texto bíblico é  muito claro no que se refere a esta condição. Jesus é Senhor e se no nosso coração crermos que Deus ressuscitou Jesus, seremos salvo. Porque nós cremos com o coração e somos aceitos por Deus; falamos com a boca e assim somos salvos. Rm 10.9,10.



PREPARANDO-SE PARA O SERMÃO

SALA DE ESTUDO Antes de começarmos a desvendar todos os mistérios concernente o preparo do sermão propriamente dito, será de ...