terça-feira, 5 de julho de 2011

SANTIDADE AO SENHOR

SANTIDADE DO SENHOR E SANTIDADE AO SENHOR
“O HOMEM EM RELAÇÃO A DEUS”
Pelo contrário, sejam santos em tudo o que fizerem, assim como Deus, que os chamou, é santo. Porque as Escrituras Sagradas dizem: Sejam santos porque eu sou santo. 1Pe 1:15,16

CONCEITO: Santidade é o principal atributo de Deus, alem de ser uma qualidade que deve ser desenvolvida cada um de nós, seus seguidores. A palavra é um substantivo que pertence ao adjetivo "santo" e ao verbo “santificar”. O termo aparece muitas vezes na Bíblia, e tanto no hebraico do AT, qadash, que deriva da raiz qad, quanto no grego do NT, hagiazo e hagios, o significado é “cortar” ou “separar”.  Quando aplicado a pessoas, a palavra santidade aponta pelo menos, para duas direções:
·        Devoção, no sentido de viver uma vida de serviço para Deus.
Portanto, meus irmãos, por causa da grande misericórdia divina, peço que vocês se ofereçam completamente a Deus como um sacrifício vivo, dedicado ao seu serviço e agradável a ele. Esta é a verdadeira adoração que vocês devem oferecer a Deus. Rm 12:1
·        Assimilação, no sentido de imitar, tomar a forma, parecer
Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele. Rm 12:2.
Assim, torna-se mais fácil falar em santidade quando primeiro falamos a respeito de Deus, pois a santidade não é apenas uma qualidade moral ou religiosa, mais um posicionamento ou relacionamento que deve existir entre nós e Deus. Assim, para entender a santidade, precisamos primeiro conhecer Deus. Comecem de novo a viver uma vida séria e direita e parem de pecar. Para fazer com que vocês fiquem envergonhados, eu digo o seguinte: alguns de vocês não conhecem a Deus. 1Co 15:34. Somente tendo um real conhecimento de Deus viveremos uma santidade em todos os sentidos da palavra. Falo com palavras bem simples porque vocês ainda são fracos. No passado vocês se entregaram inteiramente como escravos da imoralidade e da maldade para servir o mal. Entreguem-se agora inteiramente como escravos daquilo que é direito para viver uma vida dedicada a Deus. Rm 6:19 

I. CONHECENDO QUÉM É O HOMEM
Que é um simples ser humano para que penses nele? Que é um ser mortal para que te preocupes com ele? Sl 8:4. O homem pode ser definido como um ser fraco e mortal, diferente da matéria sem vida e também diferente de Deus. Que dizer, então, do ser humano, esse inseto? Que valor tem esse verme para Deus? Jó 25:6.Composto de corpo, alma e espírito, o homem foi criado à imagem e semelhança de Deus, podendo, por isso, ter comunhão com ele. Porém o SENHOR lhe disse: —Quem dá a boca ao ser humano? Quem faz com que ele seja surdo ou mudo? Quem lhe dá a vista ou faz com que fique cego? Sou eu, Deus, o SENHOR. Êx 4:11. Deus, pelo seu poder, pode o manter e dirigir a vida do homem. Como é curta a vida que me deste! Diante de ti, a duração da minha vida não é nada. De fato, o ser humano é apenas um sopro. Sl 39:5. E por ser um indivíduo pertencente à espécie animal racional, o homem tem capacidade de pensar e agir, ele tem intelecto, vontade e poder de decisão. Vamos nos separar. Escolha! A terra está aí, toda ela. Se você for para a esquerda, eu irei para a direita; se você for para a direita, eu irei para a esquerda. Gn 13:9 O homem é visto na Bíblia como portador de uma velha natureza humana pecadora (velho homem) O ser humano, que é impuro, nunca produz nada que seja puro. Jó 14:4. Ou em contraste a isto, pode também ser visto como o “novo homem”, possuidor da natureza espiritual regenerada. Pois sabemos que a nossa velha natureza pecadora já foi morta com Cristo na cruz a fim de que o nosso eu pecador fosse morto, e assim não sejamos mais escravos do pecado. Rm 6:6 Em resumo o homem pode ser visto como:
·         Alguém mau e pecador: Que diremos do ser humano, imundo e nojento, que bebe o pecado como se fosse água? Jó 15:16.
·         Alguém que surgiu, mas um dia desaparecerá: O ser humano é como a flor que se abre e logo murcha; como uma sombra ele passa e desaparece. Jó 14:2.
·         Alguém que fatalmente morrerá: O ser humano, por mais importante que seja, não pode escapar da morte; como os animais morrem, ele também morre. Sl 49:12
Ou alguém que encontrou Deus e aprendeu a ter comunhão com Ele e vivendo uma vida de santidade e devoção. Os nossos pais humanos nos corrigiam durante pouco tempo, pois achavam que isso era certo; mas Deus nos corrige para o nosso próprio bem, para que participemos da sua santidade. Hb 12:10

II. CONHECENDO QUÉM É DEUS.
Com quem comparareis a Deus? Ou que cousa semelhante confrontareis com ele? Is 40.18;
Nós homens só poderemos conhecer a Deus na medida em que Ele mesmo ativamente se faça conhecido a nós. Deus é, antes de tudo, o sujeito que transmite conhecimento ao homem, e só pode tornar-se objeto de estudo, na medida em que possamos assimilar e refletir o conhecimento a nós transmitido pela Sua revelação. Sem a revelação, nunca seríamos capazes de adquirir qualquer conhecimento a respeito Deus. Jó 11.7-9 Você pensa que pode descobrir os segredos de Deus e conhecer completamente o Todo-Poderoso? O céu não é limite para Deus, mas você não pode chegar até lá; Deus conhece o mundo dos mortos, mas você não conhece. Ele é maior do que a terra, mais vasto do que o mar. Deus não é alguma coisa, alguma idéia, algum ideal, algum poder ou alguma tendência com propósito. Deus, é: um ser pessoal autoconsciente, auto-existente, que é a origem de todas as coisas e que transcende a criação inteira, mas ao mesmo tempo é imanente em cada parte da criação.

1. O QUE ISTO SIGNIFICA.
Significa que nós sabemos que Deus existe, mas que a Sua existência não é passível de uma demonstração lógica que não deixa lugar para dúvida; Os céus manifestam a Glória de Deus e o firmamento anuncia as obras das suas mãos. Um dia discursa a outro dia e uma noite revela conhecimento à outra noite Sl 19.1,2. Significa também que embora a verdade da existência de Deus seja aceita pela fé, esta fé, precisa estar baseada numa informação confiável e verdadeira. A Bíblia Sagrada. Sua Palavra!  E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste Jo 17.3. Podemos ver Deus em quase todas as páginas da Escritura Sagrada em que Ele se revela em palavras e atos. Esta revelação de Deus constitui a base da nossa fé em sua existência, e torna a fé inteiramente razoável. Conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor, Os 6.3.

2. COMO CONHECEMOS DEUS ?
Porquanto o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou. Porque os atributos invisíveis de Deus, assim como o seu eterno poder como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas, Rm 1.19,20.  Podemos conhecer Deus através de seu atributos que são as qualidades essenciais nas quais Ele é revelado e com as quais Ele pode ser identificado. Podemos definir por: Perfeições que constituem predicados (qualidades/características) do Ser Divino na Escritura, ou que são visivelmente exercidas por ele em Suas obras de criação, providência e redenção. Estas “perfeições” ou atributos podem ser algo em que nada análogo exista em nós criaturas, isto é, nós não somos capazes de possuir tais características ou qualidades idênticas a Ele. A estes chamamos de atributos incomunicáveis. Por outro lado, quando as propriedades do espírito humano têm alguma analogia ou pontos semelhantes com Deus, chamamos de atributos comunicáveis, pois, neste caso, existem algumas identificações e semelhanças entre Deus e o homem.

AUTO-EXISTENCIA. Deus existe por si mesmo. Deus nunca teve inicio, Ele é absolutamente independente de tudo fora de si mesmo. Jô 5.26 Pois assim como o Pai tem vida em si mesmo, assim também deu ao Filho ter vida em si mesmo . Seu nome é para sempre “EU SOU” (Ex 3.14). Ele é absolutamente ilimitado e independente, sem principio de dias e eterno, dotado de toda a perfeição possível como o Espírito Absoluto. Existir por si mesmo faz parte de Sua Natureza. O homem é produto da criação de Deus. Então, do pó da terra, o SENHOR formou o ser humano. O SENHOR soprou no nariz dele uma respiração de vida, e assim ele se tornou um ser vivo. Gn 2:7

IMUTÁBILIDADE.
Não há mudança em Deus, não somente em Seu Ser, mas também em Suas perfeições, em Seus propósitos e em Suas promessas. Deus é exaltado acima de tudo quanto há, e é imune de todo acréscimo ou diminuição e de todo desenvolvimento ou decadência em Seu Ser e em Suas perfeições. Seu conhecimento e Seus planos, Seus princípios morais e Suas vontades permanecem sempre os mesmos. Tudo de bom que recebemos e tudo o que é perfeito vêm do céu, vêm de Deus, o Criador das luzes do céu. Ele não muda, nem varia de posição, o que causaria a escuridão. Tg 1:17 . o homem está sempre num processo de mudança, às vezes para melhor outras vezes para pior. Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele. Rm 12:2

INFINIDADE. Deus é isento de toda e qualquer limitação. Isto implica que Ele não é limitado de maneira nenhuma pelo universo, nem por este mundo caracterizado pela relação tempo-espaço. Podemos distinguir três aspectos da infinidade de Deus.
·        Perfeição Absoluta. Deus é perfeito no sentido mais absoluto da palavra, e isto qualifica todos os atributos comunicáveis de Deus. em Deus todas as qualidades ou predicados são perfeitos no mais completo sentido da palavra. Por isso Jesus é o Grande Sacerdote de que necessitamos. Ele é perfeito e não tem nenhum pecado ou falha. Ele foi separado dos pecadores e elevado acima dos céus. Hb 7:26. O SENHOR é a nossa rocha; ele é perfeito e justo em tudo o que faz. Ele é fiel e correto e julga com justiça e honestidade. Dt 32:4.
·        Eternidade. Eternidade no sentido da palavra, se aplica ao que transcende a todas as limitações temporais. Deus enche o tempo e eleva-se acima de todos os limites temporais e de toda sucessão de momentos, e tem a totalidade da Sua existência num único presente indivisível. Jo 8.28 Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou. A forma que a Bíblia usa para descrever a eternidade de Deus, é simplesmente dizer que a sua duração corresponde a idades sem fim Antes de formares os montes e de começares a criar a terra e o Universo, tu és Deus eternamente, no passado, no presente e no futuro. Sl 90:2
·        Imensidade. Deus transcende todas as limitações espaciais e, contudo, está presente em todos os pontos do espaço com todo o Seu Ser. Deus é onisciente capaz de tudo saber. As Escrituras ensinam do começo ao fim que Sua compreensão é infinita, e sua inteligência é perfeita. Ó SENHOR Deus, tu me examinas e me conheces.  Sabes tudo o que eu faço e, de longe, conheces todos os meus pensamentos.  Tu me vês quando estou trabalhando e quando estou descansando; tu sabes tudo o que eu faço.  Antes mesmo que eu fale, tu já sabes o que vou dizer. Sl 139:1- 4 Deus é onipotente seu poder é ilimitado; Ele tem poder de fazer qualquer coisa que queira. Ele pode levar a efeito qualquer coisa que deseje. Eu reconheço que para ti nada é impossível e que nenhum dos teus planos pode ser impedido. Jó 42:2. Deus é onipresente Deus pode estar em todos os lugares. Ele age em todos os lugares e possui pleno conhecimento de tudo quanto ocorre em todos os lugares. Aonde posso ir a fim de escapar do teu Espírito? Para onde posso fugir da tua presença?  Se eu subir ao céu, tu lá estás; se descer ao mundo dos mortos, lá estás também.  Se eu voar para o Oriente ou for viver nos lugares mais distantes do Ocidente, ainda ali a tua mão me guia, ainda ali tu me ajudas.  Eu poderia pedir que a escuridão me escondesse e que em volta de mim a luz virasse noite; mas isso não adiantaria nada porque para ti a escuridão não é escura, e a noite é tão clara como o dia. Tu não fazes diferença entre a luz e a escuridão. Sl 139:7-12

A SANTIDADE DE DEUS.
Eles diziam em voz alta uns para os outros: Santo, santo, santo é o SENHOR Todo-Poderoso; a sua presença gloriosa enche o mundo inteiro!  Is 6:3
A Santidade de Deus denota sua absoluta pureza moral. Indicando que Deus não somente é incapaz de pecar como também não tolera o pecado. Empregada neste sentido, a palavra “santidade” indica a pureza majestosa de Deus, ou a Sua majestade ética. Esta santidade ética de Deus pode ser definida como a perfeição de Deus, em virtude da qual Ele eternamente quer manter e mantém a Sua excelência moral, aborrece o pecado, e exige pureza moral em Suas criaturas. Como atributo divino, a santidade mantém distinção entre Deus e a criatura, revelando a própria natureza divina. Pois o Altíssimo, o Santo Deus, o Deus que vive para sempre, diz: Eu moro num lugar alto e sagrado, mas moro também com os humildes e os aflitos, para dar esperança aos humildes e aos aflitos, novas forças. Is 57:15. Deus deseja ser conhecido essencialmente por sua Santidade, pois esse é o atributo pelo qual Ele é glorificado por excelência. Farei com que o meu povo de Israel conheça o meu santo nome e nunca mais deixarei que o meu nome seja profanado. Então as nações ficarão sabendo que eu, o SENHOR, sou o Deus Santo de Israel. Ez 39:7.  A santidade de Deus demonstrada na Bíblia revela Deus como Senhor, separado de tudo que é mal e corrompido Agora, vocês que têm juízo, me escutem. Será que Deus faria alguma coisa errada? Será que o Todo-Poderoso cometeria uma injustiça? Jó 34:10. Seu caráter santo é o padrão de absoluta perfeição moral Mas o SENHOR Todo-Poderoso fará o que é direito e assim mostrará a sua grandeza; Deus fará o que é certo, e assim todos ficarão sabendo que ele é santo. Is 5:16 A idéia fundamental da santidade ética de Deus é a de separação do mau moral, isto é, do pecado. Em virtude da sua santidade, Deus não pode ter comunhão com o pecado, Agora, vocês que têm juízo, me escutem. Será que Deus faria alguma coisa errada? Será que o Todo-Poderoso cometeria uma injustiça? Jó 34:10; Mas como podes tolerar esses traidores, essa gente má? Os teus olhos são puros demais para olhar o mal; tu não suportas ver as pessoas cometendo maldades. Como é, então, que ficas calado quando esses malvados matam pessoas que são melhores do que eles? Hc 1:13.

A SANTIDADE NO HOMEM
A santidade de Deus, Sua majestade e Sua pureza de caráter é habilmente apresentada no Salmo 99. Os versos 1-3 retratam a distância de Deus das coisas terrenas. O SENHOR Deus é Rei: os povos tremem. Ele está sentado no seu trono, que fica sobre os querubins; a terra estremece.  O SENHOR é poderoso em Jerusalém; ele governa todos os povos.  Que todos o louvem por causa da sua grandeza e porque ele merece profundo respeito. O SENHOR Deus é santo. Os versos 4-5 enfatizam sua separação do pecado e do mal. Ó poderoso Rei, tu amas a justiça; tu a trouxeste ao povo de Israel, fazendo com que houvesse julgamentos justos e honestos.  Louvem o SENHOR, nosso Deus, e se ajoelhem diante do seu trono. O SENHOR Deus é santo. Deus ordenou santidade nas vidas das pessoas. Através de Moisés, Deus disse a Israel, Santos sereis, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo”. Lv 19:2. Homens e mulheres, criados à imagem de Deus, são chamados a cultivar a santidade do caráter de Deus nas suas próprias vidas, enfatizando a dimensão ética da santidade em vez da dimensão externa.. Dediquem-se completamente a mim e sejam santos, pois eu sou o SENHOR, o Deus de vocês. Lv 20:7.  Com a vinda do Espírito Santo, a igreja percebeu que a santidade da vida era uma realidade interna profunda que deveria governar as atitudes e pensamentos de um indivíduo em relação a pessoas e objetos do mundo exterior.

O QUE SIGNIFICA SER SANTO

1. Ser santo é ter uma só mente com Deus, concordando com o seu julgamento, odiando o que Ele odeia, amando o que Ele ama e comparando tudo neste mundo com o padrão da Sua Palavra.
·         As pessoas que têm a mente controlada pela natureza humana acabarão morrendo espiritualmente; mas as que têm a mente controlada pelo Espírito de Deus terão a vida eterna e a paz. Rm 8:6;
·         É preciso que o coração e a mente de vocês sejam completamente renovados. Ef 4:23
·         Por último, meus irmãos, encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente. Fp 4:8
2. Ser santo é evitar o pecado e esforçar-se para fazer a vontade de Deus
·         Abandone o pecado que mancha as suas mãos e não deixe que a maldade more na sua casa. Jó 11:14
·         Eu tenho feito a vontade do SENHOR e nunca cometi o pecado de abandonar o meu Deus. Sl 18:21
·         Portanto, não deixem que o pecado domine o corpo mortal de vocês e faça com que vocês obedeçam aos desejos pecaminosos da natureza humana. Rm 6:12
3. Ser santo é esforçar-se para ser como o Senhor Jesus, pensar como Ele e andar conforme a Sua imagem.
·         Porque aqueles que já tinham sido escolhidos por Deus ele também separou a fim de se tornarem parecidos com o seu Filho. Ele fez isso para que o Filho fosse o primeiro entre muitos irmãos. Rm 8:29
·         Portanto, todos nós, com o rosto descoberto, refletimos a glória que vem do Senhor. Essa glória vai ficando cada vez mais brilhante e vai nos tornando cada vez mais parecidos com o Senhor, que é o Espírito. 2Co 3:18.
·         Como dizem as Escrituras Sagradas: “Quem pode conhecer a mente do Senhor? Quem é capaz de lhe dar conselhos?” Mas nós pensamos como Cristo pensa. 1Co 2:16.
4. Ser santo é cultivar o fruto do Espírito, esforçando para em tudo dar bom testemunho.
·         Mas o Espírito de Deus produz o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, Gl 5:22
Corra a boa corrida da fé e ganhe a vida eterna. Pois foi para essa vida que Deus o chamou quando você deu o seu belo testemunho de fé na presença de muitas testemunhas. 1Tm 6:12
5. Ser santo é lutar para mortificar os desejos carnais fugindo das paixões e inclinações da nossa carne.
·         As pessoas que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a natureza humana delas, junto com todas as paixões e desejos dessa natureza. Gl 5:24
·         Portanto, matem os desejos deste mundo que agem em vocês, isto é, a imoralidade sexual, a indecência, as paixões más, os maus desejos e a cobiça, porque a cobiça é um tipo de idolatria. Cl 3:5
·         Essa graça nos ensina a abandonarmos a descrença e as paixões mundanas e a vivermos neste mundo uma vida prudente, correta e dedicada a Deus, Tt 2:12
6. Ser santo é abominar a mentira, a difamação, a maledicência, o engano, a desonestidade, a injustiça mesmo nas pequenas coisas.
·         Portanto, abandonem tudo o que é mau, toda mentira, fingimento, inveja e críticas injustas. 1 Pe 2:1
·         Mas agora livrem-se de tudo isto: da raiva, da paixão e dos sentimentos de ódio. E que não saia da boca de vocês nenhum insulto e nenhuma conversa indecente. Cl 3:8
·         Portanto, abandonem a velha natureza de vocês, que fazia com que vocês vivessem uma vida de pecados e que estava sendo destruída pelos seus desejos enganosos. Ef 4:22
·         Vivamos decentemente, como pessoas que vivem na luz do dia. Nada de farras ou bebedeiras, nem imoralidade ou indecência, nem brigas ou ciúmes. Rm 13:13
7. Ser santo é buscar fidelidade em seus deveres e relacionamentos. Lutar para ser boas esposas, bons maridos, bons filhos, bons patrões, bons empregados, bons vizinhos, bons amigos, bons cidadãos, bons em particular e bons em público, bons no trabalho, na Igreja e em casa.
·         Marido, ame a sua esposa e não seja grosseiro com ela. Cl 3:19
·         Para que as mulheres mais jovens aprendam a amar o marido e os filhos Tt 2:4
·         Vocês, empregados, sejam obedientes aos seus patrões e os respeitem, não somente os que são bons e compreensivos, mas também aqueles que os tratam mal. 1Pe 2:18
·         Filhos, o dever cristão de vocês é obedecer ao seu pai e à sua mãe, pois isso é certo. Ef 6:1
·         Pais, não tratem os seus filhos de um jeito que faça com que eles fiquem irritados. Pelo contrário, vocês devem criá-los com a disciplina e os ensinamentos cristãos. Ef 6:4
·         Os vizinhos e parentes ouviram falar da grande bondade do Senhor para com Isabel, e todos ficaram alegres com ela. Lc 1:58
·         No que depender de vocês, façam todo o possível para viver em paz com todas as ‘pessoas. Rm 12:18

CONCLUSÃO:
Por fim, ser santo é encher a mente com coisas espirituais, tentar se concentrar inteiramente nas coisas do alto, buscar viver como alguém cujo tesouro está escondido no céu, e sua permanência na terra é vista apenas como a de um peregrino. Sua maior fonte de prazer é está em comunhão com o Seu Senhor por meio da oração, da leitura da Palavra e da reunião com o seu povo. O santo aprende a dar valor a cada coisa, lugar e relacionamento, uma vez que estes fatores o trazem para mais perto de Deus. Vocês foram ressuscitados com Cristo. Portanto, ponham o seu interesse nas coisas que são do céu, onde Cristo está sentado ao lado direito de Deus.  Pensem nas coisas lá do alto e não nas que são aqui da terra.  Porque vocês já morreram, e a vida de vocês está escondida com Cristo, que está unido com Deus. Cl 3:1-3

Então, de agora em diante, vivam o resto da sua vida aqui na terra de acordo com a vontade de Deus e não se deixem dominar pelas paixões humanas. 1Pe 4:2

ESTUDO MINISTRADO DIA 03/07/2011
IGREJA BATISTA NACIONAL EM ANDRADE COSTA
III CONGRESSO DA JUVENTUDE BATISTA
(CONJUBANAC)

PREPARANDO-SE PARA O SERMÃO

SALA DE ESTUDO Antes de começarmos a desvendar todos os mistérios concernente o preparo do sermão propriamente dito, será de ...