quarta-feira, 2 de novembro de 2011

O PERFIL DE UM LOUCO

“Então, na frente de todos eles, fez de conta que estava louco. Quando tentaram segurá-lo, ele começou a agir como doido: rabiscava os portões da cidade e deixava escorrer saliva pela barba.  Então Aquis disse aos seus oficiais: —Este homem está louco! Por que o trouxeram para cá?  Será que já não tenho bastantes loucos em volta de mim? Por que trazem outro doido para a minha própria casa, a fim de me aborrecer com as suas loucuras?” (1Sm 21:13-15).

Introdução: Na presença do rei Abimeleque, Davi fingiu que estava louco, e por isso Abimeleque o mandou embora. Depois de sair, Davi escreveu o salmo 34. ...Eu sempre darei graças a Deus, o SENHOR; o seu louvor estará nos meus lábios o dia inteiro.”
Louco = Adjetivo, isto é, uma palavra que modifica o substantivo, indicando qualidade, caráter, modo de ser ou estado.
·         Que perdeu a razão; doido, maluco/ Contrário à razão; insensato.
·         Dominado por paixão intensa; apaixonado/ Extravagante
Davi foi capaz de descrever sua “loucura” nas letras do Salmo 34, e ao contrário daquilo que o rei Abimeleque pensou, a loucura de Davi, era a loucura de alguém que aprendera de maneira prática a engrandecer a Deus e viver sua vida de maneira tal a demonstrar em cada traços de seus gestos uma paixão extravagante intensa e determinada por seu Senhor. Ao escrever este salmo Davi mostra de forma clara como é a “loucura” de se render a Cristo, assim como Paulo escreveu, reconhecendo-o como Senhor e Salvador Pessoal. “De fato, a mensagem da morte de Cristo na cruz é loucura para os que estão se perdendo; mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus.” (1Co 1:18). Assim, perguntamos, Quem é o louco? Ou ainda, o que é a loucura ? Davi nas linhas do salmo responde: O louco é sempre...

I. ALGUÉM QUE POR ESTAR “DOMINADO POR UMA PAIXÃO INTENSA” DESCOBRIU MOTIVOS PARA ENGRANDECER AO SEU SENHOR E FAZER DESTE SEU LOUVOR UM INSTRUMENTO FAVORÁVEL DE AGRADECIMENTO A DEUS.“Eu o louvarei por causa das coisas que ele tem feito; os que são perseguidos ouvirão isso e se alegrarão.  Anunciem comigo a sua grandeza; louvemos juntos o SENHOR.” (Sl 34:2-3)

a)    “eu o louvarei...”
 O louvor é a expressão maior de gratidão a Deus. Davi entendeu isto e aprendeu a louvar ao Senhor de maneira que o seu louvor foi capaz de expressar toda a sua alegria e contentamento a Ele.
·         O SENHOR é a minha força e o meu escudo; com todo o coração eu confio nele. O SENHOR me ajuda; por isso, o meu coração está feliz, e eu canto hinos em seu louvor  (Sl 28:7)
Somente alguém que se deixasse “dominar” por Deus por uma paixão tão intensa como Davi, saberia expressar de forma tão enfática e alegre toda a sua gratidão a Ele. Davi fazia do louvor o alimento que o sustentava e o mantinha de pé. As tuas bênçãos são como alimentos gostosos; elas me satisfazem, e por isso canto alegremente canções de louvor a ti. (Sl 63:5). Esta certeza em Deus, fazia deste homem um verdadeiro adorador e era o que o impedia de fraquejar diante das maiores adversidades da vida. A loucura de um adorador apaixonado pelo seu Deus
·         O meu coração está firme, ó Deus, bem firme; eu cantarei hinos em teu louvor. Acorde, meu coração!” (Sl 108:1)

b)   por causa das coisas que Ele tem feito...
Davi quando olhava para trás e percebia o quanto ele era devedor de Deus, pois sem nenhum merecimento o Senhor o havia abençoado e os maravilhosos “feitos” do Senhor estavam sempre presentes na sua história. Ó SENHOR Deus, os teus feitos poderosos me tornam feliz! Eu canto de alegria pelas coisas que fazes. (Sl 92:4). Como não amar um Deus assim? Como não se deixar dominar por um sentimento como Este? Davi não podia jamais esquecer-se de todos os feitos de seu Deus, eram tantos e tão maravilhosos dignos de um Deus bondoso e cheio de misericórdias como o Senhor! O SENHOR não nos deixa esquecer dos seus feitos maravilhosos; ele é bom e tem muita misericórdia. (Sl 111:4)

II. ALGUÉM QUE “APAIXONADO POR DEUS” APRENDEU A ESPERAR  INTEIRAMENTE NELE SEM NUNCA SE DESAPONTAR E QUE DESCOBRIU QUE A FELICADE E SEGURANÇA SOMENTE EM DEUS PODEMOS EXPERIMENTAR.
“Eu pedi a ajuda do SENHOR, e ele me respondeu; ele me livrou de todos os meus medos.  Os que são perseguidos olham para ele e se alegram; eles nunca ficarão desapontados.  Eu, um pobre sofredor, gritei; o SENHOR me ouviu e me livrou das minhas aflições.  O Anjo do SENHOR fica em volta daqueles que o temem e os protege do perigo.  Procure descobrir, por você mesmo, como o SENHOR Deus é bom. Feliz aquele que encontra segurança nele!” (Sl 34:4-8)

a)    “...Ele me respondeu...”
Davi conhecia o Deus que tinha todas as respostas das quais ele precisava. Em nenhum momento da sua vida Deus o havia deixado sem respostas.
·         Na minha aflição, eu clamei ao SENHOR; ele me respondeu e me livrou da angústia.” (Sl 118:5)
Nas horas em que o perigo o espreitava, Davi sabia em quem ele depositava todos os seus medos ou temores. ele me livrou de todos os meus medos”. Davi sabia esperar pelo Senhor pois sabia que Ele não tardaria com a sua resposta “De manhã ouves a minha voz; quando o sol nasce, eu faço a minha oração e espero a tua resposta.” (Sl 5:3). A paixão de Davi foi a resposta sincera a todas as respostas verdadeiras de Deus para ele. Sua amizade com Deus foi tamanha que Salomão, seu filho acabou também discursando: “A resposta sincera é sinal de uma amizade verdadeira.” (Pv 24:26). Para Davi, o Senhor era mais que uma resposta, era a resposta verdadeira pela qual todos os homens deveriam também se apaixonar!

b)   “...O SENHOR me ouviu e me livrou das minhas aflições...”
Esperar em Deus foi o trunfo de Davi para alcançar todas as vitórias que alcançou em sua vida e reino. Em nenhum momento Deus o deixou desapontado. Em Deus Davi sempre encontrava um abrigo seguro onde se esconder.“O SENHOR é um abrigo para os que são perseguidos; ele os protege em tempos de aflição.” (Sl 9:9). Apaixonado por Deus, Davi aprendeu a cantar  e a gritar bem alto a respeito do poder do seu Deus. “Porém eu cantarei a respeito do teu poder; de manhã louvarei bem alto o teu amor, pois tu tens sido uma fortaleza para mim, um refúgio nos meus dias de aflição.” (Sl 59:16). A qualquer tempo e em qualquer hora, o louvor ao Senhor deveria sempre estar em seus lábios.

c)    “...Feliz aquele que encontra segurança nele!”
Apaixonado por Deus, Davi sempre encontrou segurança NELE! Na expressão “Procure descobrir, por você mesmo, como o SENHOR Deus é bom”  Davi conseguiu descrever toda a sua intenção em contagiar outras pessoas com amor de Deus, um amor que ele mesmo havia experimentado e que após ter provado mostrou prova de ter encontrado neste amor toda a bondade de Deus. “Provai e vede que o SENHOR é bom; bem-aventurado o homem que nele confia.” (Sl 34:8 RC).

III.   ALGUÉM QUE DECIDIU DEDICAR-SE EXTRAVAGANTEMENTE AO SENHOR E POR TEMOR EMPRENDEU TOTAL DEPENDÊNCIA  A ELE EM TODAS E QUAISQUER SITUAÇÕES.
“Que todos os que se dedicam a Deus o temam, pois aqueles que o temem não têm falta de nada!  Até os leões não têm comida e passam fome, porém não falta nada aos que procuram a ajuda do SENHOR.  Venham, meus jovens amigos, e escutem, que eu os ensinarei a temer a Deus, o SENHOR.” (Sl 34:9-11)

Davi acostumou em ver as suas orações respondidas. Ele se mostrou-se um grande sábio ao dedicar toda a sua “loucura” ao Senhor. Parece ter aprendido nas palavras de Paulo: “Que ninguém engane a si mesmo! Se algum de vocês pensa que é sábio conforme a sabedoria humana, então precisa se tornar louco para ser, de fato, sábio.” (1Co 3:18). Sua dependência a Deus era tanta que aqueles que conviviam com ele aprendiam, assim como ele a viver nesta dependência (Asafe) “Ainda que a minha mente e o meu corpo enfraqueçam, Deus é a minha força, ele é tudo o que sempre preciso.” (Sl 73:26). Procurar pela ajuda de Deus era a forma extravagante de Davi demonstrar toda a sua dependência ao Senhor. Diante de qualquer situação embaraçosa, Davi sempre corria para os pés de seu amado Deus.
·         “ É melhor confiar no SENHOR, do que depender de seres humanos.” (Sl 118:8)
·         “ É melhor confiar no SENHOR do que depender de pessoas importantes.” (Sl 118:9)
Davi sempre foi louco por seu Deus e esta loucura nunca indicou um homem sem juízo, maluco ou insensato. Pelo contrário esta loucura de Davi por Deus mostrou claramente o perfil de um homem coerente e apaixonado e que jamais trocaria a fidelidade a Deus por bem nenhum nesta terra.
·         “ Então, o que poderão dizer os sábios e os instruídos? O que vão dizer os grandes oradores deste mundo? Deus tem mostrado que a sabedoria deste mundo é loucura.” (1Co 1:20)

CONCLUSÃO:
 A loucura de Davi este extravagante apaixonado por Deus, pode muito bem se expressar claramente nas palavras do Apostolo Paulo. “Mas nós anunciamos o Cristo crucificado uma mensagem que para os judeus é ofensa e para os não-judeus é loucura... Pois aquilo que parece ser a loucura de Deus é mais sábio do que a sabedoria humana, e aquilo que parece ser a fraqueza de Deus é mais forte do que a força humana...  Para envergonhar os sábios, Deus escolheu aquilo que o mundo acha que é loucura; e, para envergonhar os poderosos, ele escolheu o que o mundo acha fraco.” (1Co 1:23,25,27)


A TRADIÇÃO QUE RECEBEMOS.

Mandamo s -vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo o irmão que anda desordenadamente, e não segu...